20 SET 2020 | ATUALIZADO 20:00
ESTADO
29/07/2020 18:00
Atualizado
29/07/2020 18:01

Fátima diz que “o mais prudente é prorrogar suspensão das aulas" no RN

A+   A-  
A data indicativa para o retorno das aulas no Rio Grande do Norte, prevista no último decreto para 17 agosto, não deverá se confirmar. De acordo com a Governadora, “só com ambiente seguro do ponto de vista sanitário é que podemos voltar às atividades".
Imagem 1 -  Fátima diz que “o mais prudente é prorrogar suspensão das aulas" no RN. A data indicativa para o retorno das aulas no Rio Grande do Norte, prevista no último decreto para 17 agosto, não deverá se confirmar. De acordo com a Governadora, “só com ambiente seguro do ponto de vista sanitário é que podemos voltar às atividades".
Fátima diz que “o mais prudente é prorrogar suspensão das aulas" no RN. A data indicativa para o retorno das aulas no Rio Grande do Norte, prevista no último decreto para 17 agosto, não deverá se confirmar. De acordo com a Governadora, “só com ambiente seguro do ponto de vista sanitário é que podemos voltar às atividades".
FOTO: ELISA ELSIE

Nesta quarta-feira (29) a Governadora do Rio Grande do Norte afirmou que a data indicativa para o retorno das aulas no Rio Grande do Norte, prevista no último decreto para 17 agosto, não deverá se confirmar.

Durante a coletiva de imprensa de hoje para atualização das ações que estão sendo tomadas para o combate da Covid-19, Fátima explicou que o Comitê Setorial da Educação do Estado, coordenado pelo secretário estadual Getúlio Marques, analisa a situação para o retorno às aulas na rede pública.

De acordo com a governadora, somente quando existir um ambiente seguro do ponto de vista sanitários é que as atividades da educação poderão ser retomadas.

“A educação é um segmento que representa 30% da população do Estado. Somadas as redes pública e privada o setor mobiliza um milhão de pessoas. Por isso, só com ambiente seguro do ponto de vista sanitário é que podemos voltar às atividades", justificou.

Fátima ainda lembrou que não é momento para a população descuidar, que o coronavírus não deixou de circular. "A Covid não acabou, o vírus continua circulando, é preciso muito cuidado".

A governadora também informou que ainda nesta quarta-feira, acontecerá uma reunião setorial com o Comitê Científico para tratar do assunto. "O mais prudente é prorrogar suspensão das aulas", declarou.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário