23 SET 2020 | ATUALIZADO 23:58
ESTADO
CEZAR ALVES
26/08/2020 09:33
Atualizado
26/08/2020 09:35

Exclusivo: Veja o que pensa Josué Moreira, o reitor pro tempore do IFRN

A+   A-  
Professor Josué contou um pouco de sua vida, se diz perseguido dia e noite dentro do IF e que não vai sair. Vai cumprir a missão que recebeu. Avisou que as aulas não presenciais começam no dia 21 de setembro, presenciais no início do próximo ano e que seu grande sonho é construir um IF na estrada da Raiz, em Mossoró-RN.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO/MH

O reitor pró-tempore do Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Norte, professor Josué Moreira, em entrevista exclusiva ao PORTAL MOSSORÓ HOJE, na noite desta terça-feira, 25, disse que as aulas não presenciais começam dia 21 de setembro. Já as aulas presenciais, ele acredita que será possível no início do próximo ano.

Moreira diz não teve nenhuma ilegalidade na escolha do seu nome para reitor pró-tempore e que seu grande sonho é instalar um IF na região da Estrada da Raiz, em Mossoró-RN. “Penso neste projeto desde 2011, um ano após fazer concurso e entrar no IF de Ipanguaçu”, diz.

Antes de começar a falar sobre as questões polêmicas envolvendo sua presença como reitor pró-tempore no Instituto Federal, Josué Moreira disse que nasceu e se criou no bairro Bom Jardim, em Mossoró-RN, estudou na Escola Municipal Felício de Moura, depois num internato em Recife (PE), se formou em medicina veterinária em Patos, na Paraíba, trabalhou em prefeitura do Ceará e que foi servidor concursado da Prefeitura Municipal de Mossoró. Também disse que trabalhou como professor na UFERSA e onde cursou seu doutorado.

Sobre sua escolha para reitor pró-tempore do IF, Josué Moreira disse que foi uma decisão do então ministro da Educação, Abraham Weintraub, e não da Presidência da República. Assegura que não teve envolvimento do deputado federal General Girão, até porque nem o conhecia. Sua amizade no PSL era e é com o dr. Daniel Sampaio.

Josué Moreira disse que enviou seus dados para o MEC, mas que não esperava ser escolhido entre os nomes sugeridos. “A questão é que o colega professor que ficou em primeiro lugar entre os 4 (José Arnóbio) na consulta, estava respondendo processo devido a um evento dentro do IF pró-lula. E o cargo não podia ficar vago. Daí o ministro me escolheu”, diz.

Na entrevista que segue, Josué disse que chamou a Polícia Federal para retirar os alunos de dentro do IF, mas quando não haviam policiais suficientes, foi recomendado chamar a PM.


Sobre a compra dos computadores, disse que a instituição já tem mais de 300 unidades com a mesma referência e que não efetivou a compra. Assegura que a recomendação do Ministério Público Federal será seguida. Inclusive, José Moreira elogiou a pesquisa feita pelo MPF sobre a qualidade e preço das máquinas. O processo será totalmente refeito.

O IFRN tem 22 unidades de ensino e uma administrativa no Rio Grande do Norte. A vigésima terceira está construção no município de Jucurutu. São mais de 40 mil alunos, 3 mil professores e centenas de técnicos, espalhados nas unidades do Estado. Orçamento anual do IFRN é aproximadamente R$ 650 milhões, ou seja, superior ao da Prefeitura de Mossoró.

Retomadas das aulas

O reitor pró-tempore disse que as aulas serão retomadas em dois tempos. Lembrou que os técnicos, professores, todos os servidores do IF estão com seus salários em dia e não acontece aulas há cerca de cinco meses. Quer recomeçar as aulas não presenciais no dia 21 de setembro e as aulas presenciais, se tudo der certo, no início do próximo ano.

José Moreira disse que neste período de 5 meses sem aulas, tem uma sobra financeira de 17 milhões da merenda. Pensa em aproveitar estes recursos comprando cestas básicas para os estudantes de famílias mais carentes, bem como destinar uma bolsa de R$ 1.500,00. “As assistentes sociais do IF estão fazendo este levantamento”, diz.

Sobre as barreiras, devido à forte rejeição que tem entre os alunos, professores e até fora do IF, Josué Moreira lembrou que acredita que está sofrendo boicote, para não começar as aulas no dia 21 de setembro. “Eles precisam entender que estou cumprindo meu papel e que ficar mais tempo parado quem mais vai se prejudicar são os alunos”, diz.

Sonho

O professor Josué Moreira, que por diversas vezes foi candidato a prefeito de Mossoró, disse que na campanha de 2011/2012, percebeu a necessidade de fazer um IF na zona norte, perto do campo da Estrada da Raiz, em Mossoró. Este é seu grande sonho, o qual pretende realizar como reitor pró-tempore. Disse que conversou sobre este assunto com as autoridades do MEC, em Brasília, pediu apoio da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pois ele disse que esta unidade deve ser agroecológica. Vai dialogar com a prefeita Rosalba Ciarlini para conseguir um prédio para já iniciar as aulas antes mesmo de fazer uma unidade própria.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário