29 OUT 2020 | ATUALIZADO 00:19
ESTADO
ANNA PAULA BRITO
23/09/2020 16:49
Atualizado
23/09/2020 17:22

A rua onde a água não chega, no Centro de Governador Dix-sept Rosado

A+   A-  
Os moradores da rua José Lopes Lucas, umas das principais da cidade, nunca tiveram o prazer de ver água saindo de suas torneiras. A professora Kaline Meneses, que explicou a situação à reportagem do MOSSORÓ HOJE, disse que os pais dela moram no local há 34 anos e nesse período a água encanada nunca chegou à casa deles.
Imagem 1 -
FOTO: CEDIDA

Você já imaginou viver em um local onde não tem água nas torneiras das casas? E se você morar em uma cidade onde existe sistema de abastecimento com água encanada e a sua rua for a única onde ela não chega?

A professora Kaline Meneses sabe muito bem como é essa situação. Ela conta que os moradores da rua José Lopes Lucas, umas das principais de Governador Dix-sept Rosado, no Centro da cidade, nunca tiveram o prazer de ver água saindo de suas torneiras.

“Meus pais moram aqui desde que casaram, há 34 anos. Nunca teve água. Há uns 28 anos colocaram os canos e houve muita fé e esperança que a água chegaria às torneiras. Mas foi apenas uma ilusão. Mesmo com os canos colocados não vem água na rua. Nunca veio” diz.

Kaline explicou que há muito tempo os moradores da rua tentam resolver o problema, rua esta que, segundo ela, é a única da zona urbana da cidade onde a água encanada não chega.

Segundo ela, a gestão da cidade nunca nem tentou resolver o problema. O prefeito da gestão anterior ainda chegou a se reunir com os moradores e prometeu que a água chegaria, mas o tempo passou e situação continua igual.

Para suprir as necessidades diárias, os moradores recorrem a compra de água por meio de carro-pipa, ao custo de R$ 70, que dura uma média de 20 dias. Para completar o mês, compram o tambores de 500 litros, por R$ 5, com água do rio que, segundo Kaliane, “dá coceira no corpo quando é utilizada”.

A professora disse que a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), responsável pelo abastecimento do estado, também já foi procurada, que alega que os moradores não colocaram os medidores nas casas.

“Eles alegam que não vem água porque ninguém da rua colocou os medidores, mas ninguém colocou justamente porque nunca veio água. Vamos colocar medidos pra quê? Tá todo mundo sem esperança”, afirma.

O MOSSORÓ HOJE buscou contato com a assessoria da Caern no interior do RN, para saber o real motivo de apenas esta rua da cidade não ter água encanada.

A Companhia explicou que registros estão sendo implantados na tubulação de toda a cidade para resolver os problemas de abastecimento e fazer com que a água chegue em mais locais, incluindo, a rua José Lopes Lucas.

“A Caern está fazendo a implantação de registros na tubulação de água, da cidade de Governador Dix-sept Rosado. A medida melhora o abastecimento de forma geral na cidade, assim como deve atender locais com uma situação específica como a rua José Lucas. Os registros ajudam a fazer a manobra de água dentro da cidade e a chegar água a locais com dificuldade de abastecimento. Uma equipe irá monitorar essa situação”, disse a Caern por meio de nota.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário