30 OUT 2020 | ATUALIZADO 19:02
ESTADO
CEZAR ALVES
29/09/2020 15:30
Atualizado
29/09/2020 16:47

Veja mudanças na distribuição do leite do governo do Estado

A+   A-  
A Secretaria Estadual de Assistência Social, Iris Oliveira, enfatizou que havia uma preocupação muito grande por parte do Governo do Estado com relação a origem do leite adquirido pelo Estado, por meio do Programa do Leite Potiguar, como é feito este processamento, distribuição e se realmente o valor pago corresponde ao produto entregue.
Imagem 1 -  Veja mudanças na distribuição do leite do governo do Estado. A Secretaria Estadual de Assistência Social, Iris Oliveira, enfatizou que havia uma preocupação muito grande por parte do Governo do Estado com relação a origem do leite adquirido pelo Estado, por meio do Programa do Leite Potiguar, como é feito este processamento, distribuição e se realmente o valor pago corresponde ao produto entregue.
Veja mudanças na distribuição do leite do governo do Estado. A Secretaria Estadual de Assistência Social, Iris Oliveira, enfatizou que havia uma preocupação muito grande por parte do Governo do Estado com relação a origem do leite adquirido pelo Estado, por meio do Programa do Leite Potiguar, como é feito este processamento, distribuição e se realmente o valor pago corresponde ao produto entregue.
FOTO: DIVULGAÇÃO

Seguindo orientações do Ministério Público Estadual e da Controladoria Geral do Estado, a Secretaria Estadual de Assistência Social está modificando totalmente a compra e distribuição de leite para famílias carentes no Rio Grande do Norte.

A Secretaria Iris Oliveira informou que assim que a governadora Fátima Bezerra assumiu, já determinou que a Controladoria Geral do Estado realizasse uma auditoria no Programa do Leite, para saber da origem, da compra e da distribuição.

“Era preciso saber a origem, se o rebanho está sadio ou não, como este leite está sendo comprado, processado e as condições sanitárias que está sendo distribuído. E esta auditoria descobriu uma série de irregularidades”, destaca Iris Oliveira.

Quem fala sobre estas irregularidades é o controlador geral do Estado, Pedro Lopes.


A Secretaria Iris Oliveira enfatizou que havia uma preocupação muito grande por parte do Governo do Estado com relação a origem do leite, como é feito este processamento, distribuição e se realmente o valor pago corresponde ao produto entregue.

Esta preocupação do Governo também é do Ministério Público Estadual, que acompanha cada passo do trabalho de reorganização do Programa do Leite no Estado. A Secretaria Iris Oliveira lembra que o trabalho deve ser concluído nos próximos dois meses.



Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário