26 JAN 2021 | ATUALIZADO 19:38
ESTADO
19/10/2020 17:37
Atualizado
19/10/2020 17:39

Progressões salariais dos profissionais da saúde do RN serão pagas em 30 de outubro

A+   A-  
As progressões serão publicadas na edição de amanhã (20) do DOE. A medida beneficiará 13 mil servidores e abrange os direitos referentes a 2017, 2018 e 2019; As progressões representam um impacto de aproximadamente R$ 1,4 milhão na folha de pagamento e foram acertadas entre a governadora Fátima Bezerra e o sindicato da categoria no fim de setembro.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

O Governo do Rio Grande do Norte publica na edição desta terça-feira (20) do Diário Oficial do Estado as progressões salariais dos profissionais da saúde.

A medida que garante o direito dos servidores foi acertada entre a governadora Fátima Bezerra e o sindicato da categoria no fim de setembro.

A medida beneficiará 13 mil servidores e representa um impacto de aproximadamente R$ 1,4 milhão na folha de pagamento.

O planejamento é de que o pagamento das progressões, que são relativas aos anos de 2017, 2018 e 2019, seja efetuado no fim do mês. O Governo já pagou a progressão relativa ao ano de 2016.

“Lembrando que essa era uma demanda antiga da categoria, porque nós vamos atualizar as progressões horizontais desde 2017. Essa negociação vem desde o início do Governo e estamos cumprindo o que foi discutido na mesa de negociação”, afirma a governadora.

"Foi uma negociação muito importante do governo da professora Fátima junto com o Sindsaúde”, completou a secretária de Estado da Administração, Virgínia Ferreira.

O ato cumpre o Plano de Cargos, Carreiras e Salários da Saúde correspondentes. Segundo o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia, “o Governo do Estado está mostrando seu compromisso com os trabalhadores da saúde. O pagamento das progressões salariais coloca em situação de regularidade a efetivação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários da Saúde, uma importante conquista dos trabalhadores”.

O pagamento das progressões se soma às medidas de apoio aos profissionais da saúde durante à pandemia, como a concessão da insalubridade e o aumento do valor da produtividade.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário