30 NOV 2021 | ATUALIZADO 12:17
POLÍTICA
CEZAR ALVES
26/10/2020 11:39
Atualizado
26/10/2020 15:46

[OPINIÃO] Os olhares que um dia foram direcionados a Rosalba Ciarlini

A+   A-  
A mudança de ponto de vista do eleitor se dá por motivos óbvios. Na prática, reflete o cenário de desemprego, de falta de segurança, de saúde precária, de educação deficitária, de falta de água na zona rural e urbana, do rombo na Previ, e tudo isto depois que estes olhares confiaram Mossoró nas mãos de Rosalba por 4 mandatos de prefeito, um de senadora e um de governadora
Imagem 1 -  [OPINIÃO] Os olhares que um dia foram direcionados a Rosalba Ciarlini. A mudança de ponto de vista do eleitor se dá por motivos óbvios. Na prática, reflete o cenário de desemprego, de falta de segurança, de saúde precária, de educação deficitária, de falta de água na zona rural e urbana, do rombo na Previ, e tudo isto depois que estes olhares confiaram Mossoró nas mãos de Rosalba por 4 mandatos de prefeito, um de senadora e um de governadora.
[OPINIÃO] Os olhares que um dia foram direcionados a Rosalba Ciarlini. A mudança de ponto de vista do eleitor se dá por motivos óbvios. Na prática, reflete o cenário de desemprego, de falta de segurança, de saúde precária, de educação deficitária, de falta de água na zona rural e urbana, do rombo na Previ, e tudo isto depois que estes olhares confiaram Mossoró nas mãos de Rosalba por 4 mandatos de prefeito, um de senadora e um de governadora.
FOTO: REPRODUÇÃO

Por: Cezar Alves

Olhares assim, carregado com esperança, respeito e confiança já pertenceram a médica, prefeita, senadora, governadora e prefeita Rosalba Ciarlini, do PP.

Agora estão sendo direcionados com vigor ao engenheiro civil com mestrado, servidor público federal (UFERSA) e deputado estadual Allyson Bezerra, do Solidariedade.

Esta mudança ocorreu por motivos óbvios. Na prática, reflete o cenário de desemprego, de falta de segurança, de saúde precária, de educação deficitária, de falta de água na zona rural e urbana, do rombo na Previ, e tudo isto depois que estes olhares confiaram Mossoró nas mãos de Rosalba por 4 mandatos de prefeito, um de senadora e um de governadora.

Para estas pessoas, o sentimento é de decepção.

O eleitor, em seu silêncio, sabe que é falso o discurso que Rosalba espalha nas ruas e na imprensa, de que a responsabilidade por Mossoró estar no fundo do poço é do ex-prefeito Silveira Jr, que ficou neste cargo por pouco mais de 2 anos, num período de instabilidade política e de terrível crise financeira nacional (2014, 2015 e 2016).

A médica aposentada Rosalba Ciarlini perdeu estes olhares, sinceros, respeitosos e cheios de esperança, que hoje estão sendo direcionados para o jovem engenheiro Allyson Bezerra, porque foi nas mãos dela que passaram centenas de milhões dos royalties da Petrobras e Mossoró não foi preparada para o pós-Petrobras. Uma negligência que está custando caro ao cidadão mossoroense.

Tem o eleitor que vai dizer que Rosalba fez o Ginásio de Esportes e o Teatro Dix Huit Rosado. É verdade. Um ginásio que nunca serviu ao esporte e um teatro cujo as paredes estão descascando por ter sido feito com material de péssima qualidade.

Um professor do Jucuri contou ao MOSSORÓ HOJE que Rosalba, quando governadora, teve a chance de reconstruir o Hospital Tarcísio Maia, construir delegacias, batalhões e transformar as escolas de Mossoró, sua terra natal, em ambientes adequados de ensino. Ela não fez. "Era o mínimo que ela podia fazer por seu povo", diz o aposentado.

Mesmo diante de tudo, em 2016 o eleitorado mossoroense, numa votação apertada, confiou Mossoró a Rosalba. Nova decepção, que fez, de fato, os olhares de confiança e sinceros sempre direcionados naturalmente ao "minin do chafariz".


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário