06 MAR 2021 | ATUALIZADO 11:13
POLÍTICA
11/02/2021 23:06
Atualizado
11/02/2021 23:31

Justiça Eleitoral decide pela aprovação das contas de campanha de Allyson

A+   A-  
Prefeito Allyson Bezerra (foto durante visita nesta quinta nos Teimosos) disse que recebeu a sentença com serenidade, que sempre confiou no Poder Judiciário e que continua sua rotina de trabalho dia e noite para reerguer Mossoró dos escombros deixados por ex gestores de Mossoró ao longo de décadas
Imagem 1 -  Prefeito Allyson Bezerra (foto durante visita nesta quinta nos Teimosos) disse que recebeu a sentença com serenidade, que sempre confiou no Poder Judiciário e que continua sua rotina de trabalho dia e noite para reerguer Mossoró dos escombros deixados por ex gestores de Mossoró ao longo de décadas
Prefeito Allyson Bezerra (foto durante visita nesta quinta nos Teimosos) disse que recebeu a sentença com serenidade, que sempre confiou no Poder Judiciário e que continua sua rotina de trabalho dia e noite para reerguer Mossoró dos escombros deixados por ex gestores de Mossoró ao longo de décadas
Foto: Célio Duarte

O juiz Vagnos kelly, da Justiça Eleitoral em Mossoró, decidiu por aprovar as contas de campanha do prefeito Allyson Bezerra, do Solidariedade, e de Fernandinho das Paderias, do PSD. A sentença foi assinada nesta quinta-feira, 11.

Confira AQUI.

A coligação liderada pela ex-prefeita Rosalba Ciarlini, derrotada nas urnas no dia 15 de novembro, havia acionado a Justiça Eleitoral questionando a prestação de contas do então candidato Allyson Bezerra e seu candidato a vice prefeito Fernandinho.

Na denúncia formulada pelos advogados de Rosalba Ciarlini, haviam questionamentos irrisórios e outros incompreensíveis.


Num primeiro momento, o corpo técnico do Tribunal Regional Eleitoral reconheceu que havia inconsistências na prestação de contas de Allyson Bezerra e Fernandinho.

Entretanto, após apresentação da documentação complementar, o corpo técnico do Tribunal Regional Eleitoral emitiu parecer pela aprovação das constas de Allyson e Fernandinho. Diante da informação técnica, o Ministério Público Eleitoral também pugnou pela aprovação.

Restou ao juiz Vagnos Kelly sentenciar pela aprovação das contas, com pequenas ressalvas. Os advogados da coligação de Rosalba Ciarlini questionaram até a compra de um galão para transportar gasolina no valor de R$ 19,90. Esta foi apenas uma entre muitas alegações quase sem sentido.


 Em breve contato com o MOSSORÓ HOJE, o prefeito Allyson Bezerra disse que já esperava a decisão, pois nutre confiança no Poder Judiciário. Acrescentou continua dedicado dia e noite para reerguer Mossoró dos escombros deixados ex gestores de Mossoró ao longo de décadas.

Allyson Bezerra estava fazendo referência aos problemas estruturais graves encontrados em todos os setores da administração pública Municipal e um rombo de quase R$ 1 bilhão nas contas públicas do município.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário