06 MAR 2021 | ATUALIZADO 11:13
POLÍCIA
15/02/2021 08:43
Atualizado
15/02/2021 11:28

Foragido de justiça é morto com tiros de pistola na região norte de Mossoró

A+   A-  
O ITEP também registrou assassinato a tiros na cidade do Alto do Rodrigues, região do Vale do Açu. A vítima é um vendedor de milho verde cozido conhecido por Mazinho de Pedro de Timóteo, que já havia sofrido outras duas tentativas de homicídio; Os dois casos serão investigados pela Polícia Civil.
Imagem 1 -  O ITEP também registrou assassinato a tiros na cidade do Alto do Rodrigues, na região do Vale do Açu. A vítima é um vendedor de milho verde cozido conhecido por Mazinho de Pedro de Timóteo, que já havia sofrido outras duas tentativas de homicídio
O ITEP também registrou assassinato a tiros na cidade do Alto do Rodrigues, na região do Vale do Açu. A vítima é um vendedor de milho verde cozido conhecido por Mazinho de Pedro de Timóteo, que já havia sofrido outras duas tentativas de homicídio
Foto: Assu Notícia

O Instituto Técnico-científico de Perícia, coordenação regional de Mossoró, registrou homicídio a tiros no município Mossoró e outro no município do Alto do Rodrigues/RN.

Em Mossoró, o assassinato aconteceu no bairro Santo Antônio, região norte da cidade. A vítima é o foragido de Justiça Geova Wilame da Silva, de 30 anos, conhecido por  Cabeção.

Neste caso, os policiais apontam que a vítima estava à sombra de uma arvore em frente de casa quando chegaram 2 homens atirando com pistolas 380 e Ponto 40. 

Cabeção havia passado a ser considerado foragido da Justiça há quase um ano, quando ele teria quebrado a tornozeleira eletrônica que usava cumprindo pena por roubo.

No Alto do Rodrigues, a vítima o vendedor de milho verde cozido Jomar Costa Barbosa, de 41 anos. Ele se encontrava num posto de combustível com amigos quando foi morto.

Mazinho de Pedro de Timóteo é natural de Natal e estava morando no Rua Galvino Ferreira, no Alto do Rodrigues. Ele já havia sofrido outros dois ataques de possíveis assassinos.

Os corpos de Cabeção e Mazinho foram removidos para exames na sede do ITEP, em Mossoró. Os dois casos serão investigados pela Polícia Civil, com apoio do trabalho da PM.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário