23 JUN 2021 | ATUALIZADO 09:00
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
28/04/2021 08:46
Atualizado
28/04/2021 11:41

Veja nomes e fotos dos presos na “Operação 1814” da DEICOR, em Assu

A+   A-  
A “Operação 1814” foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (28) pela Deicor, com a participação da polícia civil de Assu, Caraúbas e da Denarc Mossoró. De acordo com as investigações, os presos são integrantes de uma facção criminosa, cuja atuação no estado já vinha sendo acompanhada pela Polícia Civil. Eles são suspeitos de comercializarem entorpecentes na cidade de Assu. Entre os presos há um idoso de 60 anos.
Imagem 1 -
FOTO: CEDIDA/DEICOR

Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira a Polícia Civil deflagrou a “Operação 1814”, na cidade de Assu, onde cumpriu 8 mandados de prisão.

A operação foi deflagrada pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), contou com a participação das delegacias municipais de Caraúbas, de Assu e da Denarc de Mossoró.

De acordo com as investigações, os presos são integrantes de uma facção criminosa, cuja atuação no estado já vinha sendo acompanhada pela Polícia Civil. Eles são suspeitas de comercializarem entorpecentes na cidade de Assu.

Foram presos:

Ana Beatriz Pereira da Silva, vulgo "Buda", de 29 anos, natural de Assu/RN;

Francisco de Assis Albano Bezerra, vulgo "Buiu", de 33 anos, natural de Natal/RN;

Francisco Francisco Fernandes Soares, vulgo "Iguinho", de 26 anos, natural de Assu;

Wenio Guilherme, vulgo "Edinho", de 36 anos, natural de Ipanguaçu/RN;

Pedro Costa Silva Júnior, vulgo "Juninho", de 22 anos, natural de Assu;

João Batista Fernandes da Fé, vulgo "João Da Fé", de 60 anos, natural de Assu;

Jackson Alves de Souza, vulgo "Jaco", de 28 anos, natural de Assu;

Adriano Nazareno Tavares, que já está preso na Cadeia Pública de Mossoró.

A primeira fase desta operação na cidade de Assu ocorreu entre os dias 11 e 17 de fevereiro e resultou no cumprimento de 7 mandados de prisão.

Todos os presos foram ouvidos e encaminhados para o sistema prisional, onde permanecerão à disposição da justiça.

A DEICOR continua com as investigações para identificar e prender o maior número possível de faccionados envolvidos com crimes em todo o Estado.

A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, através do disque denúncia 181, disque DEICOR (84) 3232-2862 ou ZAP DEICOR (84) 98135-6796.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário