23 JUN 2021 | ATUALIZADO 18:15
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
11/06/2021 10:22
Atualizado
11/06/2021 10:39

DHM elucida homicídio ocorrido em Mossoró e deflagra operação para prender suspeito

A+   A-  
A Operação “Carcará”, deflagrada na manhã desta sexta-feira (11), contou com a participação de 50 policiais civis e militares, de Mossoró e municípios da região oeste do RN, para realizar o cumprimento de 7 mandados de busca e apreensão e 3 de prisão. Patrício Humberto de Souza Costa, de 19 anos, foi preso em sua residência, na cidade de Mossoró. Ele é suspeito do homicídio de Francisco Leandro de Moura, ocorrido em 21 de março de 2020, às 19h, no Alagamar, bairro Barrocas, em Mossoró.
Imagem 1 -
FOTO: ANNA PAULA BRITO

Policiais Civis da Delegacia de Homicídios de Mossoró prenderam, na manhã desta sexta-feira (11), Patrício Humberto de Souza Costa, de 19 anos.

A prisão aconteceu no âmbito da Operação Carcará, deflagrada hoje, visando o cumprimento de 7 mandados de busca e apreensão e 3 de prisão. A operação contou com a participação de 50 policiais civis e militares, de Mossoró e municípios da região oeste do RN.

Patrício e mais dois homens são suspeitos do homicídio de Francisco Leandro de Moura, ocorrido em 21 de março de 2020, às 19h, no Alagamar, bairro Barrocas, em Mossoró.

Em depoimento, o suspeito negou participação no crime e apontou outros nomes que teriam cometido o homicídio. No entanto, o delegado Valtair Camilo, titular da DHM, afirmou que há testemunhas oculares que ligam Patrício à morte de Francisco Leandro.

Patrício ainda foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Na residência dele, foi encontrada uma espingarda, do tipo bate bucha, que também foi apreendida. Ele afirmou que a arma era do avô dele, utilizada para caça, e que estava em sua posse para ser consertada.

Os outros dois suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados para não atrapalhar as investigações, não foram localizados no momento das buscas. Os policiais seguem em diligência para realizar a prisão de ambos.

O delegado explicou, ainda, que o homicídio é considerado elucidado. O inquérito será concluído até a próxima semana, para ser remetido à justiça.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário