26 SET 2021 | ATUALIZADO 13:50
VARIEDADES
ANNA PAULA BRITO
29/06/2021 17:48
Atualizado
29/06/2021 23:49

Em menos de 24h, vakinha online arrecada quase R$ 150 mil para jovem de PDF com Síndrome de Down

A+   A-  
Moisés Gomes Barbosa, de 27 anos, e a mãe, Maria Iolanda, de 47 anos, tiveram o benefício cortado no início da pandemia da covid-19. Sem condições de pagar aluguel, os dois foram parar nas ruas. Um vídeo onde ele aparece chorando, em uma calçada de Pau dos Ferros, acabou chegando à página razões para acreditar, que resolveu criar uma vakinha virtual para arrecadar dinheiro para comprar uma casa para Moisés. A meta era de R$ 60 mil, mas em 20 horas, a vakinha já recebeu R$ 148.665,00 em doações. Conheça a história e saiba como ajudar.
Imagem 1 -  Moisés Gomes Barbosa, de 27 anos, e a mãe, Maria Iolanda, de 47 anos, tiveram o benefício cortado no início da pandemia da covid-19. Sem condições de pagar aluguel, os dois foram parar nas ruas. Um vídeo onde ele aparece chorando, em uma calçada de Pau dos Ferros, acabou chegando à página razões para acreditar, que resolveu criar uma vakinha virtual para arrecadar dinheiro para comprar uma casa para Moisés. A meta era de R$ 60 mil, mas em 20 horas, a vakinha já recebeu R$ 148.665,00 em doações. Conheça a história e saiba como ajudar.
Moisés Gomes Barbosa, de 27 anos, e a mãe, Maria Iolanda, de 47 anos, tiveram o benefício cortado no início da pandemia da covid-19. Sem condições de pagar aluguel, os dois foram parar nas ruas. Um vídeo onde ele aparece chorando, em uma calçada de Pau dos Ferros, acabou chegando à página razões para acreditar, que resolveu criar uma vakinha virtual para arrecadar dinheiro para comprar uma casa para Moisés. A meta era de R$ 60 mil, mas em 20 horas, a vakinha já recebeu R$ 148.665,00 em doações. Conheça a história e saiba como ajudar.
FOTO: CEDIDA

Uma vakinha online, voltada a conseguir uma casa para um jovem de Pau dos Ferros que tem síndrome de down, já arrecadou R$ 148.665,00.

Promovida pela página Razões Para Acreditar, que possui 3,5 milhões de seguidores no Instagram, a ação de solidariedade bateu, em menos de 24 horas, a meta que era de R$ 60 mil.

A história de Moisés Gomes Barbosa, de 27 anos, e da mãe dele, Maria Iolanda, de 47 anos, viralizou nas redes sociais, após um vídeo em que Moisés aparece chorando, sentado em uma calçada do município do Alto Oeste do Rio Grande do Norte.

Os dois foram parar nas ruas quando o benefício de Moisés foi cortado, logo no início da pandemia da Covid-19. Sofrendo de depressão e desempregada, Iolanda não teve condições de continuar pagando aluguel. Passaram a dormir na rodoviária e em posto de gasolina.

Recentemente, Moisés foi infectado pelo novo coronavírus e chegou a passar mal na praça da cidade. Foi socorrido por populares e levado ao hospital. Passou 4 dias internado.

Quando recebeu alta, foi para a casa de uma prima que está cuidando dele. O restante da família mora em Mossoró, para onde foi trazida a mãe de Moisés, Iolanda, que vai passar por um tratamento contra a depressão.

Por meio de um vídeo, o irmão de Moisés, Airton Mateus, que mora em Mossoró, contou que estava construindo uma casa em um terreno do pai, em Pau dos Ferros, com um dinheiro que recebeu de umas contas.

Cedeu a casa para a mãe morar com Moisés, mas o local não chegou a ser finalizado, apenas as paredes foram levantadas.

O objetivo da vakinha, inicialmente, era justamente concluir a casa para que mãe e filho pudessem morar e, ao ser terminado, o imóvel seria repassado para o nome de Moisés.

Com a meta atingida e o valor maior que o dobro estabelecido, será possível até comprar uma casa já pronta para Moisés e Iolanda morarem.

A quantia também servirá para ajudar no tratamento de Iolanda e para manter os dois até que o benefício de Moisés seja restabelecido.

A prima de Moisés, Daniela Priscila, contou ao MOSSORÓ HOJE que a reivindicação do benefício já está na justiça e foi estabelecido um prazo de 120 dias para que este volte a ser pago.

A vakinha para Moisés continua por mais 19 dias e os interessados em ajudar podem doar por meio do link: https://voaa.me/casa-mae-filho-sindrome-down


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário