26 SET 2021 | ATUALIZADO 13:50
NACIONAL
02/08/2021 10:33
Atualizado
02/08/2021 10:40

Bandeira tarifária vermelha patamar 2 segue em Agosto, diz Aneel

A+   A-  
A manutenção da bandeira vermelha vem no momento em que os principais reservatórios de água no país estão num nível crítico, devido à falta de chuvas. Esse cenário faz com que o governo tenha que recorrer a usinas térmicas, que têm um custo maior de geração. O custo extra é repassado aos consumidores finais por meio da mudança da bandeira tarifária.
Imagem 1 -

A bandeira tarifária nas contas de luz dos Brasileiros continuará sendo vermelha patamar 2, neste mês de agosto, com custo de R$9,492 para cada 100kWh consumidos, segundo informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

A manutenção da bandeira vermelha  vem  no momento em que os principais reservatórios de água no país estão num nível crítico, devido à falta de chuvas. Esse cenário faz com que o governo tenha que recorrer a usinas térmicas, que têm um custo maior de geração. O custo extra é repassado aos consumidores finais por meio da mudança da bandeira tarifária. 

“Agosto inicia-se com igual perspectiva hidrológica, com os principais reservatórios do SIN em níveis consideravelmente baixos para essa época do ano. Essa conjuntura sinaliza horizonte com reduzida capacidade de produção hidrelétrica e necessidade de acionamento máximo dos recursos termelétricos, pressionando os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) e o preço da energia no mercado de curto de prazo (PLD). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”, explicou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com a bandeira vermelha em seu maior patamar, a entidade reforça a importância dos consumidores fazerem uso consciente da água e combaterem o desperdício de energia elétrica.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário