28 MAI 2024 | ATUALIZADO 09:58
POLÍTICA
Cezar Alves
24/09/2022 20:24
Atualizado
24/09/2022 21:04

Hang transforma inauguração em palanque político e depois do estrago pede desculpas

A+   A-  
Empresário Luciano Hang sabia que não tinha como ter o Alvará do Bombeiro para abrir a loja (o que não o impede de inaugurar) no sábado, 24, desde o dia anterior, mas manteve os convites aos futuros clientes, colaboradores e aos políticos de oposição ao Governo. Produziu conteúdo atacando o governo, jogou nas redes sociais e depois que causou o estrago irreparável, reconheceu que estava errado, pediu desculpas ao Bombeiros e ao Governo e assumiu que iria resolver as pendências e abrir a Loja. da Havan em Natal
Imagem 1 -  Empresário Luciano Hang sabia que não tinha como ter o Alvará do Bombeiro para abrir a loja (o que não o impede de inaugurar) no sábado, 24, desde o dia anterior, mas manteve os convites aos futuros clientes, colaboradores e aos políticos de oposição ao Governo. Produziu conteúdo atacando o governo, jogou nas redes sociais e depois que causou o estrago irreparável, reconheceu que estava errado, pediu desculpas ao Bombeiros e ao Governo e assumiu que iria resolver as pendências e abrir a Loja. da Havan em Natal
Empresário Luciano Hang sabia que não tinha como ter o Alvará do Bombeiro para abrir a loja (o que não o impede de inaugurar) no sábado, 24, desde o dia anterior, mas manteve os convites aos futuros clientes, colaboradores e aos políticos de oposição ao Governo. Produziu conteúdo atacando o governo, jogou nas redes sociais e depois que causou o estrago irreparável, reconheceu que estava errado, pediu desculpas ao Bombeiros e ao Governo e assumiu que iria resolver as pendências e abrir a Loja. da Havan em Natal
Reprodução de Video da FM 98

O proprietário da Havan, Luciano Hang, transformou a inauguração da 74ª unidade em Natal num palanque politico para candidatos bolsonaristas e, na ocasião, proferiu uma série de ofensas ao Governo do Estado e ao Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte.

Para centenas de servidores, milhares de clientes e políticos ligados ao presidente Bolsonaro, Luciano Hang disse que a loja não seria aberta porque estava sendo perseguido pela governadora do PT, do RN, que tem 12 mil desempregados. Acrescentou que o RN é Cuba. É comunista.


Os depoimentos de Luciano Hang foram imediatamente reproduzidos nas redes sociais ligadas ao presidente e os políticos que fazem oposição ao Governo Fátima Bezerra engrossaram o discurso, proferindo todo tipo de acusação infundada ao Governo do Estado e aos Bombeiros.

O prefeito de Natal, Alvaro Dias, também discursou no local,  também atacando fortemente o Governo do Estado e indiretamente o Corpo de Bombeiros, a quem cabe tecnicamente analisar documentos e vistoriar a estrutura e liberar. Divulgou nas redes da Prefeitura.


O deputado Coronel Azevedo, entre os candidatos de oposição presente, foi incisivo no ataque ao Governo e também ao Bombeiros, mesmo sabendo da legislação e das necessidades de se cumprir as normas de segurança com relação a incêndio. Acusou o governo Fátima Bezerra de ser irresponsável e outros crimes infundados.


O Governo do Estado, em Nota, desmentiu as declarações de Luciano Hang, explicando que o Bombeiros havia seguido precisamente o que rede a legislação e a Lojas Havan não havia cumprido uma lista de 68 itens exigidos na legislação para este tipo de construção civil.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Monteiro, em áudio enviado as redes sociais, detalhou como tudo aconteceu, citou os itens que faltavam e declarou que repudiava as declarações infundadas, maculando a imagem do Corpo de Bombeiros do RN, proferidas por Luciano Hang.

Na prática, Luciana Hang sabia, desde o dia anterior, que não teria condições técnicas de ter o alvará do Bombeiros para abrir a loja. O próprio Bombeiros recomendou a Hang que não abrisse a loja, pois faltava um item considerado fundamental: o sprinkler.


Este equipamento fica no teto das instalações. Eles têm sensores que detectam fumaça ou alteração na temperatura e disparam automaticamente, evitando assim que incêndios de grandes proporções aconteçam, como o da Boa Kiss, em Santa Maria (RS).

Ciente dos fatos, os diretores do Grupo Havan mantiveram os convites e a inauguração. E poderiam inaugurar, mesmo sem o Alvará do Bombeiros, porque não existe documento do Governo do Estado, Prefeitura ou do Corpo de Bombeiros proibindo a inauguração.

Mesmo assim, segundo relata o Governo do Estado em Nota e também o Corpo de Bombeiros, Luciano Hang cancelou a inauguração e disse que estava sendo perseguido politicamente pela Governadora do PT, alegando que as regras da construção civil no RN eram muito rígidas.


Quando confrontado horas depois, pelo Secretário de Segurança, o Coronel Araújo, pelo Comandante Geral de Corpo de Bombeiros, Coronel Monteiro, Luciano Hang admitiu que a Havan não estava cumprindo as normas de funcionamento e prometeu resolver. 

Após esta conversa dura com o Luciano Hang, o comandante geral do Bombeiros, Coronel Monteiro, conversou com a imprensa.


Luciano Hang, quando desmascarado, abraçou os representantes do Governo e também o comandante do Corpo de Bombeiros e pediu desculpas públicas. Só que o estrago político já havia sido causado, com informações falsas e distorcidas em espalhadas nas redes sociais e canais bolsonaristas.

Em novo contato com a imprensa Luciano Hang disse que abraçou o comandante e pediu desculpas.



Nota - Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte                                               


ESCLARECIMENTO – Havan

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN), através da Diretoria de Atividades Técnicas, informa que após vistoria técnica realizada na sexta-feira (23) foram CONSTATADAS PENDÊNCIAS e IRREGULARIDADES nas estruturas ativas e passivas de Segurança Contra Incêndio na loja Havan Lojas de Departamentos - LTDA, situada na rua Cidade do Sol, no bairro Pitimbu, em Natal.

De acordo com o relatório de inspeção gerado pela Diretoria de Atividades Técnicas (DAT), baseado no Processo de Segurança Contra Incêndio e Pânico - PSCIP nº 16697, foram contabilizadas, precisamente, 68 pendências e irregularidades. 

Diantes dos fatos noticiados na manhã deste sábado (24), o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) lamenta as falas do senhor Luciano Hang e ressalta que é um ÓRGÃO de ESTADO e SEM POSIÇÃO PARTIDÁRIA, pregando sempre o princípio da isonomia. O CBMRN é uma instituição séria de grande credibilidade perante a sociedade e repudia qualquer comentário leviano que atinja a honra dos bombeiros militares. 

O Corpo de Bombeiros do RN está à disposição da sociedade para atuar, como sempre tem sido historicamente pautado, pela celeridade ao processo de vistoria. Diante dos fatos e das análises técnicas, a instituição reitera, acima de tudo, o compromisso com a prevenção e a segurança da população potiguar.

Natal (RN), 24 de setembro de 2022.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RIO GRANDE DO NORTE - CBMRN

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário