25 JUL 2024 | ATUALIZADO 18:39
SAÚDE
Nathan Victor Ministério da Saúde
26/11/2022 14:03
Atualizado
26/11/2022 14:11

Vacina contra variantes da ômicron chegam ao Brasil no início de dezembro, diz Governo

A+   A-  
O quantitativo de doses da primeira entrega será divulgado nos próximos dias pelo fabricante Pfizer. “Os primeiros lotes da vacina bivalente vão reforçar o enfrentamento da pandemia. Isso porque oferecem proteção contra mais de uma cepa de um vírus”, destaca o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A demora para comprar as vacinas, segundo as equipes de transição, pode levar o Brasil a ter uma nova onda de covid19. As vacinas que estão chegando vão proteger a população do virus ômicron e suas duas variantes.
Imagem 1 -  O quantitativo de doses da primeira entrega será divulgado nos próximos dias pelo fabricante Pfizer.  “Os primeiros lotes da vacina bivalente vão reforçar o enfrentamento da pandemia. Isso porque oferecem proteção contra mais de uma cepa de um vírus”, destaca o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A demora para comprar as vacinas, segundo as equipes de transição, pode levar o Brasil a ter uma nova onda de covid19. As vacinas que estão chegando vão proteger a população do virus ômicron e suas duas variantes.
O quantitativo de doses da primeira entrega será divulgado nos próximos dias pelo fabricante Pfizer. “Os primeiros lotes da vacina bivalente vão reforçar o enfrentamento da pandemia. Isso porque oferecem proteção contra mais de uma cepa de um vírus”, destaca o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A demora para comprar as vacinas, segundo as equipes de transição, pode levar o Brasil a ter uma nova onda de covid19. As vacinas que estão chegando vão proteger a população do virus ômicron e suas duas variantes.
Foto: Myke Sena/MS

O Brasil deve contar com os primeiros lotes da vacina bivalente Covid-19 já no início de dezembro. A previsão é da fabricante Pfizer, que tem acordo assinado com o Ministério da Saúde para a entrega de todas as vacinas disponíveis e aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

As novas variantes da ômicron preocupam no Brasil porque já estão se espalhando de forma comunitária.

Veja mais

Novas variantes da ômicron já estão circulando no RN, aponta estudo do IMT

O quantitativo da primeira entrega será divulgado nos próximos dias.  “Os primeiros lotes da vacina bivalente vão reforçar o enfrentamento da pandemia. Isso porque oferecem proteção contra mais de uma cepa de um vírus”, destaca o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A demora para comprar as vacinas, segundo as equipes de transição, pode levar o Brasil a ter uma nova onda de covid19. As vacinas que estão chegando vão proteger a população do virus ômicron e suas duas variantes.

A entrega da vacina bivalente ao Brasil está em negociação há, pelo menos, dois meses.

De acordo com a decisão da Anvisa, as vacinas bivalentes podem ser aplicadas no Brasil como dose de reforço na população acima de 12 anos. Identificados por tampa na cor cinza, cada frasco terá seis doses e a vacina não deve ser diluída.

Os imunizantes aprovados são:

• bivalente BA.1: protege contra a cepa original e também contra a subvariante ômicron BA.1;

• bivalente BA.4/BA.5: protege contra a cepa original e também contra as subvariantes ômicron BA.4/BA.5.

O Ministério da Saúde reforça que os brasileiros precisam tomar as doses de reforço contra o coronavírus para uma efetiva proteção. “Mais de 77 milhões de pessoas deixaram de comparecer aos postos de vacinação para receber a primeira dose de reforço. Estudos mostram que a estratégia de reforçar o calendário vacinal aumenta em mais de cinco vezes a proteção contra casos graves e óbitos pela Covid-19”, ressalta o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

É importante reforçar que as doses disponíveis neste momento nas salas de vacinação de todo Brasil são eficazes contra a doença e protegem contra casos graves e óbitos. Os brasileiros devem procurar os postos de vacinação mesmo após o prazo para a dose de reforço.

Nathan Victor

Ministério da Saúde

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário