20 MAI 2024 | ATUALIZADO 19:35
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
14/11/2023 18:28
Atualizado
14/11/2023 18:28

Polícia procura suspeito de estelionato cometido em Mossoró; prejuízo da vítima foi em torno de R$ 600 mil

A+   A-  
O crime, elucidado pela equipe da Delegacia de Falsificações e Defraudações (DEFD/Mossoró), foi iniciado em dezembro de 2022. Segundo a investigação, Matheus Levi Gomes de Araújo, de 24 anos, utilizando-se de meio fraudulento, intermediou a aquisição de um guindaste oriundo da China entre o fabricante e um empresário mossoroense. A negociação não foi concretizada e o prejuízo inicial da vítima girou em torno de aproximadamente R$ 600 mil. Matheus é considerado foragido da justiça, por força de um mandado de prisão preventiva. A polícia civil pede que quem souber qualquer informação que possa ajudar a localizá-lo, que envie de forma anônima para o 181.
Imagem 1 -  Polícia procura suspeito de estelionato cometido em Mossoró; prejuízo da vítima foi em torno de R$ 600 mil. O crime, elucidado pela equipe da  Delegacia de Falsificações e Defraudações (DEFD/Mossoró), foi iniciado em dezembro de 2022. Segundo a investigação, Matheus Levi Gomes de Araújo, de 24 anos, utilizando-se de meio fraudulento, intermediou a aquisição de um guindaste oriundo da China entre o fabricante e um empresário mossoroense. A negociação não foi concretizada e o prejuízo inicial da vítima girou em torno de aproximadamente R$ 600 mil. Matheus é considerado foragido da justiça, por força de um mandado de prisão preventiva. A polícia civil pede que quem souber qualquer informação que possa ajudar a localizá-lo, que envie de forma anônima para o 181.
Polícia procura suspeito de estelionato cometido em Mossoró; prejuízo da vítima foi em torno de R$ 600 mil. O crime, elucidado pela equipe da Delegacia de Falsificações e Defraudações (DEFD/Mossoró), foi iniciado em dezembro de 2022. Segundo a investigação, Matheus Levi Gomes de Araújo, de 24 anos, utilizando-se de meio fraudulento, intermediou a aquisição de um guindaste oriundo da China entre o fabricante e um empresário mossoroense. A negociação não foi concretizada e o prejuízo inicial da vítima girou em torno de aproximadamente R$ 600 mil. Matheus é considerado foragido da justiça, por força de um mandado de prisão preventiva. A polícia civil pede que quem souber qualquer informação que possa ajudar a localizá-lo, que envie de forma anônima para o 181.
FOTO: DIVULGAÇÃO/PC

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, através da Delegacia de Falsificações e Defraudações (DEFD/Mossoró), elucidou um crime de estelionato, fato iniciado em dezembro de 2022, em Mossoró.

Segundo a investigação, Matheus Levi Gomes de Araújo, utilizando-se de meio fraudulento, intermediou a aquisição de um guindaste oriundo da China entre o fabricante e um empresário mossoroense. A negociação não foi concretizada e o prejuízo inicial da vítima girou em torno de aproximadamente R$ 600 mil.

O Inquérito Policial foi concluído, tendo o autor do crime sido indiciado pela Polícia Civil pela prática do crime de estelionato. Ademais, teve sua prisão preventiva decretada pelo Poder Judiciário.

Matheus é considerado foragido da justiça.A polícia civil pede que quem souber qualquer informação que possa ajudar a localizá-lo, que envie de forma anônima para o 181.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário