25 MAI 2024 | ATUALIZADO 14:12
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
16/04/2024 18:23
Atualizado
16/04/2024 18:24

PM é absolvido da acusação de tentar matar João Marcolino; MP já recorreu da decisão

A+   A-  
O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró decidiu que o policial militar Raimundo Francisco Martins de Melo, de 41 anos, não tentou matar o blogueiro caraubense João Marcolino. O julgamento foi finalizado no início da noite desta terça-feira (16). O promotor Ítalo Moreira Martins afirmou que já recorreu em ata, visto que “a decisão que negou se tratar de tentativa de homicídio foi manifestamente contrária à prova dos autos”.
Imagem 1 -  PM é absolvido da acusação de tentar matar João Marcolino; MP já recorreu da decisão. PM é absolvido da acusação de tentar matar João Marcolino; MP já recorreu da decisão. O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró decidiu que o policial militar Raimundo Francisco Martins de Melo, de 41 anos, não tentou matar o blogueiro caraubense João Marcolino. O julgamento foi finalizado no início da noite desta terça-feira (16). O promotor Ítalo Moreira Martins afirmou que já recorreu em ata, visto que “a decisão que negou se tratar de tentativa de homicídio foi manifestamente contrária à prova dos autos”.
PM é absolvido da acusação de tentar matar João Marcolino; MP já recorreu da decisão. PM é absolvido da acusação de tentar matar João Marcolino; MP já recorreu da decisão. O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró decidiu que o policial militar Raimundo Francisco Martins de Melo, de 41 anos, não tentou matar o blogueiro caraubense João Marcolino. O julgamento foi finalizado no início da noite desta terça-feira (16). O promotor Ítalo Moreira Martins afirmou que já recorreu em ata, visto que “a decisão que negou se tratar de tentativa de homicídio foi manifestamente contrária à prova dos autos”.
FOTO: CEZAR ALVES

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró decidiu que o policial militar Raimundo Francisco Martins de Melo, de 41 anos, não tentou matar o blogueiro caraubense João Marcolino.

O julgamento foi realizado nesta terça-feira (16), no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins, tendo sido finalizado já no início da noite.

Os jurados consideraram que Marcolino foi sim vítima, e também reconheceram o réu como autor dos disparos que atingiram o carro do blogueiro. No entanto, não consideraram que se tratou de uma tentativa de homicídio.

O crime aconteceu na manhã do dia 19 de maio de 2020, ao lado da Escola Antônio Carlos, no Centro de Caraúbas. A vítima estava passando pelo local em seu carro, quando outro veículo se aproximou e o ocupante desferiu vários disparos de arma de grosso calibre contra ela. João não foi atingido pelo fato de o veículo em que ele estava ser blindado.

Em contato com a reportagem do Portal Mossoró Hoje, o promotor Ítalo Moreira Martins, do Ministério Público do Rio Grande do Norte afirmou que já recorreu em ata, visto que “a decisão que negou se tratar de tentativa de homicídio foi manifestamente contrária à prova dos autos”.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário