22 JUL 2024 | ATUALIZADO 16:16
ESTADO
Da redação
07/04/2015 14:26
Atualizado
13/12/2018 12:49

?Estamos caminhando para um fim?, diz presidente do Sisjern sobre greve no RN

A+   A-  
O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do RN esteve reunido com a Ordem dos Advogados do Brasil e no dia 16 participa de reunião no Tribunal de Justiça do Estado do RN
Imagem 1 -  ?Estamos caminhando para um fim?, diz presidente do Sisjern sobre greve no RN
Cézar Alves

A greve dos servidores da justiça do Rio Grande do Norte caminha para um fim. É o que prevê o Presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do RN (Sisjern). A paralisação completa hoje, 07, 22 dias em todo o Estado.

No dia 16 deste mês, o desembargador Glauber Rêgo, do Tribunal de Justiça do Estado, vai julgar a ação que pedia a ilegalidade da greve, agendou uma audiência de conciliação entre servidores e a presidência do Tribunal de Justiça do Estado.

Segundo o presidente do SindJus/RN, Bernardo Fonseca, a negociação está caminhando de forma satisfatória para a categoria.

“A expectativa é boa, até porque tem chegado atores que estão se colocando a disposição para intermediar as negociações. Por isso, a greve está caminhando para um fim bom para a categoria e principalmente para a população”, afirma o presidente.

Nesta terça-feira, 07, foi realizada uma reunião entre os servidores da justiça e os representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN). O objetivo da OAB é intermediar as negociações.

“A OAB e alguns deputados, assim como a senadora Fátima Bezerra estão se colocando a disposição para intermediar as negociações”, diz Bernardo Fonseca.

Greve

Os servidores da Justiça do Rio Grande do Norte estão em greve desde o dia 17 de março. A greve foi deflagrada após o Pleno do TJRN, em Sessão no dia 11/03, ter aprovado por unanimidade anteprojeto que congelou a Gratificação de Técnico de Nível Superior (GNTS).

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário