13 ABR 2024 | ATUALIZADO 13:43

ECONOMIA

  O trabalho conjunto e colaborativo entre os entes municipal, estadual e federal, para a viabilização da nova ZPE de Macaíba, a Zona de Processamento de Exportação, foi o tópico defendido por todos os participantes da audiência pública que debateu o tema, na manhã desta segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa do RN. A ZPE foi idealizada há 34 anos e cassada pelo Ministério da Economia, após resolução publicada no Diário Oficial da União em 15 de dezembro de 2022.  “É preocupação do nosso mandato, criar, incentivar e desenvolver políticas e ações que promovam a geração de emprego e, consequentemente, o desenvolvimento econômico do nosso Rio Grande do Norte. O projeto da ZPE de Macaíba foi sonhado e colocado como instrumento de redenção para o desenvolvimento econômico não só para a cidade, mas para o estado e a decisão do ministro da Economia, de cassar a ZPE, é um atentado contra o povo potiguar”, avaliou o deputado estadual e propositor da audiência pública, Kleber Rodrigues (PSDB).
ZPE de Macaíba: audiência pública na ALRN defende reabertura de processo para instalação

11/09/2023 19:15

O trabalho conjunto e colaborativo entre os entes municipal, estadual e federal, para a viabilização da nova ZPE de Macaíba, a Zona de Processamento de Exportação, foi o tópico defendido por todos os participantes da audiência pública que debateu o tema, na manhã desta segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa do RN. A ZPE foi idealizada há 34 anos e cassada pelo Ministério da Economia, após resolução publicada no Diário Oficial da União em 15 de dezembro de 2022. “É preocupação do nosso mandato, criar, incentivar e desenvolver políticas e ações que promovam a geração de emprego e, consequentemente, o desenvolvimento econômico do nosso Rio Grande do Norte. O projeto da ZPE de Macaíba foi sonhado e colocado como instrumento de redenção para o desenvolvimento econômico não só para a cidade, mas para o estado e a decisão do ministro da Economia, de cassar a ZPE, é um atentado contra o povo potiguar”, avaliou o deputado estadual e propositor da audiência pública, Kleber Rodrigues (PSDB).

  O comportamento da moeda americana, o dólar, sempre foi motivo de interesse e preocupação para os brasileiros. Ao longo dos anos, e principalmente durante o recente período de restrições, notou-se uma volatilidade acentuada do dólar em relação ao real, o que gera discussões entre especialistas, empresários e o público em geral. Mas, afinal, por que o dólar oscila tanto frente à moeda brasileira?
Por que o dólar oscila tanto? Uma breve análise sobre o mercado de câmbio

01/09/2023 20:29

O comportamento da moeda americana, o dólar, sempre foi motivo de interesse e preocupação para os brasileiros. Ao longo dos anos, e principalmente durante o recente período de restrições, notou-se uma volatilidade acentuada do dólar em relação ao real, o que gera discussões entre especialistas, empresários e o público em geral. Mas, afinal, por que o dólar oscila tanto frente à moeda brasileira?

  Brasil apresenta saldo positivo de 142.702 postos de trabalho em julho. Os dados são do Novo Caged. O saldo positivo foi puxado pelo setor de serviços, que gerou 56.303 postos (39% do saldo) e comércio, com 26.744 postos (19% do saldo). No acumulado do ano, são 1,16 milhão de postos de trabalho, saldo positivo nos cinco grupamentos econômicos avaliados e em 26 das 27 Unidades da Federação.
Brasil apresenta saldo positivo de 142.702 postos de trabalho em julho

30/08/2023 15:03

Os dados são do Novo Caged. O saldo positivo foi puxado pelo setor de serviços, que gerou 56.303 postos (39% do saldo) e comércio, com 26.744 postos (19% do saldo). No acumulado do ano, são 1,16 milhão de postos de trabalho, saldo positivo nos cinco grupamentos econômicos avaliados e em 26 das 27 Unidades da Federação.

  Após sete anos sem ganho real, política de valorização do salário mínimo é retomada. O Projeto de Lei de Conversão (PLV) 15/2023 foi sancionado nesta segunda-feira (28), pelo Presidente Lula. O texto também trata do aumento da faixa daqueles que terão isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física de forma permanente e já em 2023. A medida, aprovada pelo Congresso Nacional, determina que, a partir de 1º de janeiro de 2024, os reajustes anuais do salário mínimo passarão a levar em conta a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos 12 meses anteriores, mais a taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo ano anterior ao ano vigente. Caso o PIB não apresente crescimento real, o salário mínimo será reajustado pelo INPC.
Após sete anos sem ganho real, política de valorização do salário mínimo é retomada

29/08/2023 10:16

O Projeto de Lei de Conversão (PLV) 15/2023 foi sancionado nesta segunda-feira (28), pelo Presidente Lula. O texto também trata do aumento da faixa daqueles que terão isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física de forma permanente e já em 2023. A medida, aprovada pelo Congresso Nacional, determina que, a partir de 1º de janeiro de 2024, os reajustes anuais do salário mínimo passarão a levar em conta a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos 12 meses anteriores, mais a taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo ano anterior ao ano vigente. Caso o PIB não apresente crescimento real, o salário mínimo será reajustado pelo INPC.

  Além das criptomoedas como o Bitcoin, a regulamentação do Banco Central se estenderá a outros ativos de criptomoeda, como tokens e stablecoins, entre outros. O decreto do Presidente Lula também distingue ativos de criptomoeda digitais de valores mobiliários tradicionais, como ações, debêntures, títulos e contratos futuros. A regulamentação recém-implementada também afirma que os valores mobiliários continuarão sob a responsabilidade da Comissão de Valores Mobiliários como parte do Ministério da Fazenda.
O Brasil Empodera o Banco Central para Regular a Negociação de Criptomoedas

25/08/2023 11:40

Além das criptomoedas como o Bitcoin, a regulamentação do Banco Central se estenderá a outros ativos de criptomoeda, como tokens e stablecoins, entre outros. O decreto do Presidente Lula também distingue ativos de criptomoeda digitais de valores mobiliários tradicionais, como ações, debêntures, títulos e contratos futuros. A regulamentação recém-implementada também afirma que os valores mobiliários continuarão sob a responsabilidade da Comissão de Valores Mobiliários como parte do Ministério da Fazenda.


Notas

Tekton

Publicidades