28 FEV 2024 | ATUALIZADO 18:28

POLÍCIA

  Tatu e Martelo, que são do Acre-(AC), fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró na madrugada de quarta-feira, dia 14, deixando a população que mora em dezenas de comunidades rurais entre Mossoró e Baraúna-RN, em Pânico, principalmente porque na grande maioria destas comunidades mais afastadas da RN 015, não existe guarnições de prontidão para proteger estas comunidades. Até os servidores da saúde estão com medo de trabalhar nesta região.  Confira os detalhes do sexto dia de caçada promovida por mais de 300 homens da polícia aos dois fugitivos da Penitenciária Federal.
Buscas chegam ao sétimo dia sem sucesso; MJ envia 100 homens da Força Nacional

19/02/2024 23:23

Tatu e Martelo, que são do Acre-(AC), fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró na madrugada de quarta-feira, dia 14, deixando a população que mora em dezenas de comunidades rurais entre Mossoró e Baraúna-RN, em Pânico, principalmente porque na grande maioria destas comunidades mais afastadas da RN 015, não existe guarnições de prontidão para proteger estas comunidades. Até os servidores da saúde estão com medo de trabalharem nesta região. Confira os detalhes do sexto dia de caçada promovida por mais de 300 homens da polícia aos dois fugitivos da Penitenciária Federal.

  Júri condena acusado de tentar matar a companheira a 7 anos e 6 meses no semiaberto. Damião Ayres Filho, de 56 anos, foi denunciado por tentativa de feminicídio, por ter desferido vários tiros contra sua então companheira, no dia 8 de março de 2021, no Bairro Lagoa do Mato, em Mossoró. O júri popular aconteceu na manhã desta segunda-feira (19). O conselho de sentença acatou em parte a tese do MPRN, mas considerou que não houve tentativa de feminicídio, mas de homicídio. Como esta qualificadora não foi acatada, a pena ficou em apenas 7 anos e 6 meses, que deverão ser cumpridos no regime semiaberto.
Júri condena acusado de tentar matar a companheira a 7 anos e 6 meses no semiaberto

19/02/2024 18:27

Damião Ayres Filho, de 56 anos, foi denunciado por tentativa de feminicídio, por ter desferido vários tiros contra sua então companheira, no dia 8 de março de 2021, no Bairro Lagoa do Mato, em Mossoró. O júri popular aconteceu na manhã desta segunda-feira (19). O conselho de sentença acatou em parte a tese do MPRN, mas considerou que não houve tentativa de feminicídio, mas de homicídio. Como esta qualificadora não foi acatada, a pena ficou em apenas 7 anos e 6 meses, que deverão ser cumpridos no regime semiaberto.

  Polícia de Umarizal prende suspeito de executar membros de facção rival no município. José Alexandre Pinheiro da Silva, conhecido como Alexandre do Bar do Galo, foi preso no sábado, no mesmo município. Segundo as investigações, ele recebia ordens de um grupo criminoso atuante em outro estado para executar “faccionados” de outra facção criminosa. Teria sido o responsável pela morte de, pelo menos, três pessoas, encontradas mortas na zona rural de Umarizal. Os corpos das vítimas foram encontrados com as mãos amarradas e com as cabeças decapitadas. Alexandre também foi autuado por resistir a prisão, falta de habilitação para dirigir e conduzir veículo automotor sob efeito de álcool ou droga.
Polícia de Umarizal prende suspeito de executar membros de facção rival no município

19/02/2024 17:36

José Alexandre Pinheiro da Silva, conhecido como Alexandre do Bar do Galo, foi preso no sábado, no mesmo município. Segundo as investigações, ele recebia ordens de um grupo criminoso atuante em outro estado para executar “faccionados” de outra facção criminosa. Teria sido o responsável pela morte de, pelo menos, três pessoas, encontradas mortas na zona rural de Umarizal. Os corpos das vítimas foram encontrados com as mãos amarradas e com as cabeças decapitadas. Alexandre também foi autuado por resistir a prisão, falta de habilitação para dirigir e conduzir veículo automotor sob efeito de álcool ou droga.

  Aposentado vai a júri popular por tentar matar a companheira, em Mossoró. A primeira pauta do ano de 2024 do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró começa a ser julgada nesta segunda-feira (19). O primeiro a sentar no banco dos réus é Damião Ayres Filho, de 56 anos. Ele é acusado de tentar matar a companheira com disparos de arma de fogo, no dia 8 de março de 2021, no Bairro Lagoa do Mato. O julgamento foi iniciado por volta das 9h, no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins.
Aposentado vai a júri popular por tentar matar a companheira, em Mossoró

19/02/2024 09:58

A primeira pauta do ano de 2024 do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró começa a ser julgada nesta segunda-feira (19). O primeiro a sentar no banco dos réus é Damião Ayres Filho, de 56 anos. Ele é acusado de tentar matar a companheira com disparos de arma de fogo, no dia 8 de março de 2021, no Bairro Lagoa do Mato. O julgamento foi iniciado por volta das 9h, no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins.

  O Corpo de Bombeiros de Mossoró e Apodi se uniram para retirar as vítimas das ferragens e socorrê-los para o Hospital, mas infelizmente não deu tempo.  Morreram William Leocádio da Silva, de 56 anos; Maycon Douglas de Assis Santos, de 28 anos,  Leurimar soares e Lara Raquel Queiroz de Oliveira, de 23 anos. O caso será investigado pela Polícia Civil.
Choque frontal entre dois carros de passeio deixa quatro mortos na BR 405

18/02/2024 22:54

O Corpo de Bombeiros de Mossoró e Apodi se uniram para retirar as vítimas das ferragens e socorrê-los para o Hospital, mas infelizmente não deu tempo. Morreram William Leocádio da Silva, de 56 anos; Maycon Douglas de Assis Santos, de 28 anos, Leurimar soares e Lara Raquel Queiroz de Oliveira, de 23 anos. O caso será investigado pela Polícia Civil.


Notas

Tekton

Publicidades