24 ABR 2024 | ATUALIZADO 18:39

POLÍCIA

  Mãe e filho são presos por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo em Mossoró. A mulher, de 56 anos, e o filho dela, de 39 anos, foram presos em flagrante, nesta quarta-feira (27), no bairro Santo Antônio, durante uma operação de combate ao tráfico de drogas. Nas casas onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão, foram apreendidos um revólver calibre 38 municiado, dinheiro fracionado, balança de precisão e aproximadamente 300 gramas de cocaína. Há 15 dias, os agentes realizaram uma apreensão em uma lanchonete da suspeita  que funcionava como fachada para a venda de entorpecentes. Na ocasião, ela conseguiu fugir.
Mãe e filho são presos por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo em Mossoró

27/03/2024 10:18

A mulher, de 56 anos, e o filho dela, de 39 anos, foram presos em flagrante, nesta quarta-feira (27), no bairro Santo Antônio, durante uma operação de combate ao tráfico de drogas. Nas casas onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão, foram apreendidos um revólver calibre 38 municiado, dinheiro fracionado, balança de precisão e aproximadamente 300 gramas de cocaína. Há 15 dias, os agentes realizaram uma apreensão em uma lanchonete da suspeita que funcionava como fachada para a venda de entorpecentes. Na ocasião, ela conseguiu fugir.

  Os advogados dos três condenados pelo crime que vitimou Eliel Ferreira Cavalcante Júnior, de 25 anos, entraram com pedido de anulação do júri popular, ocorrido em Natal, no mês de dezembro de 2023. Pelo homicídio, bem como pela tentativa de homicídio contra Lucas Emanoel, os réus foram condenados a mais de 20 anos de prisão, cada. Entre outros argumentos para o pedido de anulação, os advogados alegam que houve cerceamento da defesa, bem como manifestações proibidas, como a presença de pessoas utilizando camisas com a foto da vítima e pedindo justiça.
Defesa entra com recurso no TJRN pedindo anulação do julgamento do caso Eliel

27/03/2024 08:45

Os advogados dos três condenados pelo crime que vitimou Eliel Ferreira Cavalcante Júnior, de 25 anos, entraram com pedido de anulação do júri popular, ocorrido em Natal, no mês de dezembro de 2023. Pelo homicídio, bem como pela tentativa de homicídio contra Lucas Emanoel, os réus foram condenados a mais de 20 anos de prisão, cada. Entre outros argumentos para o pedido de anulação, os advogados alegam que houve cerceamento da defesa, bem como manifestações proibidas, como a presença de pessoas utilizando camisas com a foto da vítima e pedindo justiça.

  Homem tenta matar a ex-esposa a facadas em Tibau e foge para Mossoró. A vítima foi golpeada três vezes por Marcleito Fernandes de Oliveira, por volta das 7h desta terça-feira (26), em uma residência localizada na praia de Gado Bravo. Ela foi socorrida para o hospital local, onde recebeu atendimento e conversou com a polícia militar, informando sobre a tentativa de feminicídio. O suspeito foi preso em um táxi, fugindo para a cidade de Mossoró.
Homem tenta matar a ex-esposa a facadas em Tibau e foge para Mossoró

26/03/2024 18:18

A vítima foi golpeada três vezes por Marcleito Fernandes de Oliveira, por volta das 7h desta terça-feira (26), em uma residência localizada na praia de Gado Bravo. Ela foi socorrida para o hospital local, onde recebeu atendimento e conversou com a polícia militar, informando sobre a tentativa de feminicídio. O suspeito foi preso em um táxi, fugindo para a cidade de Mossoró.

  Réu é condenado a 12 anos por matar amigo com uma pedrada após discussão por conta de R$ 5. Paulo Ricardo de Moraes Lucena, de 43 anos, foi julgado na manhã desta terça-feira (26), pelo crime cometido contra Antônio Carlos Silva de Andrade, no dia 28 de novembro de 2012, no bairro Aeroporto II, em Mossoró.  A vítima foi morta com uma pedrada. A motivação do crime, de acordo com a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte, teria sido uma discussão por conta de R$ 5.
Réu é condenado a 12 anos por matar amigo com uma pedrada após discussão por conta de R$ 5

26/03/2024 11:49

Paulo Ricardo de Moraes Lucena, de 43 anos, foi julgado na manhã desta terça-feira (26), pelo crime cometido contra Antônio Carlos Silva de Andrade, no dia 28 de novembro de 2012, no bairro Aeroporto II, em Mossoró. A vítima foi morta com uma pedrada. A motivação do crime, de acordo com a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte, teria sido uma discussão por conta de R$ 5.

  Polícia prende em flagrante suspeito de tentar matar desafeto a facadas na praia de São Cristóvão. O crime aconteceu por volta das 13h desta segunda-feira (25). O suspeito, identificado como João Barbosa de Oliveira, conhecido como João Galinha, foi preso poucas horas depois. Ao ser ouvido, ele alegou que agiu em legítima defesa e que também teria sido agredido com golpes de faca pela vítima. João foi encaminhado para a sede do Itep, em Mossoró, onde passou por exames. Em seguida, foi conduzido para a cadeia pública.
Polícia prende em flagrante suspeito de tentar matar desafeto a facadas na praia de São Cristóvão

26/03/2024 08:30

O crime aconteceu por volta das 13h desta segunda-feira (25). O suspeito, identificado como João Barbosa de Oliveira, conhecido como João Galinha, foi preso poucas horas depois. Ao ser ouvido, ele alegou que agiu em legítima defesa e que também teria sido agredido com golpes de faca pela vítima. João foi encaminhado para a sede do Itep, em Mossoró, onde passou por exames. Em seguida, foi conduzido para a cadeia pública.


Notas

Tekton

Publicidades