28 MAI 2024 | ATUALIZADO 09:16

POLÍTICA

  Pela segunda vez, Bolsonaro é condenado à inelegibilidade por oito anos. Nesta terça-feira (31), por 5 votos a 2, o TSE condenou o ex-presidente, Jair Bolsonaro, e o candidato a vice-presidente ao lado dele nas eleições 2022, Braga Netto, à inelegibilidade por oito anos, contados a partir do pleito de 2022. A condenação é por abuso de poder político e econômico nas comemorações do Bicentenário da Independência, realizadas no dia 7 de setembro do ano passado em Brasília (DF) e no Rio de Janeiro (RJ). Bolsonaro foi declarado inelegível, por oitos anos, pela segunda vez. A primeira decisão foi dada em julgamento em junho deste ano. Como a penalidade não é cumulativa, o prazo de inelegibilidade permanece o mesmo.
Pela segunda vez, TSE declara inelegibilidade de Bolsonaro por oito anos

31/10/2023 23:37

Nesta terça-feira (31), por 5 votos a 2, o TSE condenou o ex-presidente, Jair Bolsonaro, e o candidato a vice-presidente ao lado dele nas eleições 2022, Braga Netto, à inelegibilidade por oito anos, contados a partir do pleito de 2022. A condenação é por abuso de poder político e econômico nas comemorações do Bicentenário da Independência, realizadas no dia 7 de setembro do ano passado em Brasília (DF) e no Rio de Janeiro (RJ). Bolsonaro foi declarado inelegível, por oitos anos, pela segunda vez. A primeira decisão foi dada em julgamento em junho deste ano. Como a penalidade não é cumulativa, o prazo de inelegibilidade permanece o mesmo.

  Lotação no setor hoteleiro de Mossoró provoca adiamento da instalação da ALRN na cidade. O legislativo estadual seria instalado na capital do oeste nos dias 22 e 23 de novembro. No entanto, a  lotação do setor hoteleiro da cidade, com reservas esgotadas para o Mossoró Oil & Gas Expo (Moge), na mesma data, tornou inviável a estadia em Mossoró dos deputados estaduais e equipe da ALRN e do projeto Assembleia e Você. “Como em dezembro há a festa de Santa Luzia, na mesma área onde será instalada a estrutura do Assembleia e Você, programamos a nova data para março, mês da emancipação política de Mossoró”,  disse o vereador Lawrence Amorim, um dos articuladores da instalação da ALRN em Mossoró.
Lotação no setor hoteleiro de Mossoró provoca adiamento da instalação da ALRN na cidade

31/10/2023 09:38

O legislativo estadual seria instalado na capital do oeste nos dias 22 e 23 de novembro. No entanto, a lotação do setor hoteleiro da cidade, com reservas esgotadas para o Mossoró Oil & Gas Expo (Moge), na mesma data, tornou inviável a estadia em Mossoró dos deputados estaduais e equipe da ALRN e do projeto Assembleia e Você. “Como em dezembro há a festa de Santa Luzia, na mesma área onde será instalada a estrutura do Assembleia e Você, programamos a nova data para março, mês da emancipação política de Mossoró”, disse o vereador Lawrence Amorim, um dos articuladores da instalação da ALRN em Mossoró.

  Isolda propõe que FJA atualize mapeamento das principais atividades e vocações culturais do RN. "Um mapeamento atualizado junto aos municípios potiguares é uma forma de assegurarmos a elaboração de um conjunto de ações integradas que valorizem as vocações locais e regionais", defendeu a parlamentar. Isolda acrescentou que a partir deste levantamento e a construção de ações integradas é possível ampliar a inclusão, incentivar e viabilizar o financiamento dos fazedores de cultura locais.
Isolda propõe que FJA atualize mapeamento das principais atividades e vocações culturais do RN

30/10/2023 11:26

"Um mapeamento atualizado junto aos municípios potiguares é uma forma de assegurarmos a elaboração de um conjunto de ações integradas que valorizem as vocações locais e regionais", defendeu a parlamentar. Isolda acrescentou que a partir deste levantamento e a construção de ações integradas é possível ampliar a inclusão, incentivar e viabilizar o financiamento dos fazedores de cultura locais.

   Neste sábado, 28, no Hotel Villa Oeste, na plenária do PT Mossoró, a militância conclamou o nome da deputada estadual Isolda Dantas para disputar a prefeitura municipal em 2024. que afirmou “Isolda é o nome que unifica para uma nova gestão da cidade”. Em suas palavras, a deputada falou: "Embora a missão seja desafiadora, a nossa determinação é ainda maior. Estamos intensamente dialogando com a oposição e forjando uma unidade sólida para apresentar um projeto que possa alavancar o desenvolvimento de Mossoró”.
PT coloca o nome de Isolda como pré candidata à prefeita de Mossoró

29/10/2023 10:58

Neste sábado, 28, no Hotel Villa Oeste, na plenária do PT Mossoró, a militância conclamou o nome da deputada estadual Isolda Dantas para disputar a prefeitura municipal em 2024. O deputado federal Fernando Mineiro também defendeu o nome do PT na próxima eleição para prefeito de Mossoró: “Isolda é o nome que unifica para uma nova gestão da cidade”. Em suas palavras, a deputada Isolda falou: "Embora a missão seja desafiadora, a nossa determinação é ainda maior. Estamos intensamente dialogando com a oposição e forjando uma unidade sólida para apresentar um projeto que possa alavancar o desenvolvimento de Mossoró”.

  Senado aprova PL que reformula e amplia o sistema de cotas no ensino federal. O PL 5.384/2020 foi aprovado nesta terça-feira (24), com votos contrários de 5 senadores, entre eles o senador Rogério Marinho (PL-RN). O texto prevê que, entre outras mudanças, os candidatos cotistas passarão a concorrer também nas vagas gerais, e apenas se não conseguirem nota para ingresso concorrerão às vagas reservadas. Além de aprimorar a política de cotas para ingresso nos estabelecimentos federais de ensino superior ou de ensino médio técnico, o texto altera critérios socioeconômicos e insere os quilombolas entre os beneficiados pela reserva de vagas, que já inclui pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência. O texto agora segue para sanção presidencial.
Senado aprova PL que reformula e amplia o sistema de cotas no ensino federal

25/10/2023 09:52

O PL 5.384/2020 foi aprovado nesta terça-feira (24), com votos contrários de 5 senadores, entre eles o senador Rogério Marinho (PL-RN). O texto prevê que, entre outras mudanças, os candidatos cotistas passarão a concorrer também nas vagas gerais, e apenas se não conseguirem nota para ingresso concorrerão às vagas reservadas. Além de aprimorar a política de cotas para ingresso nos estabelecimentos federais de ensino superior ou de ensino médio técnico, o texto altera critérios socioeconômicos e insere os quilombolas entre os beneficiados pela reserva de vagas, que já inclui pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência. O texto agora segue para sanção presidencial.


Notas

Tekton

Publicidades