25 JAN 2022 | ATUALIZADO 15:32

POLÍTICA

  PEC dos Precatório é aprovada em 2º turno na Câmara; matéria segue para o Senado. De acordo com o texto aprovado, do relator Hugo Motta (Republicanos-PB), o limite das despesas com precatórios valerá até o fim do regime de teto de gastos (2036). Para o próximo ano, esse limite será encontrado com a aplicação do IPCA acumulado ao valor pago em 2016 (R$ 30,3 bilhões). A estimativa é que o teto seja de R$ 44,5 bilhões em 2022.
PEC dos Precatório é aprovada em 2º turno na Câmara; matéria segue para o Senado

10/11/2021 11:51

De acordo com o texto aprovado, do relator Hugo Motta (Republicanos-PB), o limite das despesas com precatórios valerá até o fim do regime de teto de gastos (2036). Para o próximo ano, esse limite será encontrado com a aplicação do IPCA acumulado ao valor pago em 2016 (R$ 30,3 bilhões). A estimativa é que o teto seja de R$ 44,5 bilhões em 2022.

Votação da PEC dos Precatórios acontecerá nesta terça (9) na Câmara dos Deputados

09/11/2021 09:08

O presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL), manteve a votação para hoje, em Plenário. Na semana passada, o texto-base foi aprovado com 312 votos entre 456 presentes. São necessários 308 para a aprovação. Lira também voltou a afirmar que a margem de apoio à proposta deve aumentar na votação desta terça, quando espera obter um quórum maior.

  “Mossoró polariza 68 municípios e precisa de mais emendas coletivas. É uma necessidade da região”. O presidente da Câmara de Mossoró, Lawrence Amorim, esteve em Natal, nesta segunda-feira (8), onde se reuniu com a bancada federal do RN e pleiteou mais emendas coletivas para Mossoró. De acordo com o vereador, o município recebeu apenas 0,7% das emendas coletivas. Caso fosse respeitada a proporcionalidade com Natal, segundo Lawrence, Mossoró receberia cerca de R$ 10 milhões por ano. “Contudo, obteve somente R$ 5 milhões em quatro anos”, lamenta.
“Mossoró polariza 68 municípios e precisa de mais emendas coletivas. É uma necessidade da região”

08/11/2021 18:35

O presidente da Câmara de Mossoró, Lawrence Amorim, esteve em Natal, nesta segunda-feira (8), onde se reuniu com a bancada federal do RN e pleiteou mais emendas coletivas para Mossoró. De acordo com o vereador, o município recebeu apenas 0,7% das emendas coletivas. Caso fosse respeitada a proporcionalidade com Natal, segundo Lawrence, Mossoró receberia cerca de R$ 10 milhões por ano. “Contudo, obteve somente R$ 5 milhões em quatro anos”, lamenta.

Câmara de Mossoró debate Lei Orçamentária Anual 2022 em audiência pública

08/11/2021 11:37

A reunião aconteceu nesta segunda-feira (8). Participaram vereadores e representantes da sociedade civil, como OAB e Sindiserpum. O prazo para emendas à LOA vai até sexta-feira (12). Dia 1º de dezembro, está prevista a primeira votação da LOA e, dia 14 de dezembro, a segunda e última votação. O orçamento da Prefeitura de Mossoró para 2022 é estimado em R$ 851 milhões e 486 mil.

  A Justiça Eleitoral totalizou os seguintes resultados: Arthur Henrique da Fonseca Teixeira, da coligação Confiança Renovada (MDB/PSB) teve 6.984 votos (61,16%) e o candidato Gustavo Henrique Miranda Santiago, do Solidariedade, recebeu 4.436 votos (38,84%).  Com isso, Arthur Henrique da Fonseca Teixeira, do PSB, sagrou-se eleito para o mandato que encerra em dezembro de 2024.
Arthur Fonseca vence eleição suplementar em Guamaré com 61,16% dos votos

07/11/2021 20:38

A Justiça Eleitoral totalizou os seguintes resultados: Arthur Henrique da Fonseca Teixeira, da coligação Confiança Renovada (MDB/PSB) teve 6.984 votos (61,16%) e o candidato Gustavo Henrique Miranda Santiago, do Solidariedade, recebeu 4.436 votos (38,84%). Com isso, Arthur Henrique da Fonseca Teixeira, do PSB, sagrou-se eleito para o mandato que encerra em dezembro de 2024.


Notas

Tekton

Publicidades