23 JUL 2019 | ATUALIZADO 11:19
MOSSORÓ

Prefeitura de Mossoró culpa empresa por atraso na distribuição de insulinas

Em nota emitida nesta terça-feira, 27, a prefeitura informou que, em novo contato com a empresa, a mesma garantiu que entregará o medicamento até dia 5 de março.
Da redação
28/02/2018 08:47
Atualizado
13/12/2018 03:33
A+   A-  
Prefeitura de Mossoró culpa empresa por atraso na distribuição de insulinas
Reprodução
Em nota divulgada nesta terça-feira, 27, a Prefeitura de Mossoró informou que os atrasos na distribuição das insulinas aos pacientes estão ocorrendo devido ao descumprimento de prazo da fornecedora Sellene Comércio e Representações LTDA.

Segundo a Prefeitura, inicialmente, a Secretaria de Saúde recebeu a garantia da Sellene que os insumos chegariam ao município no dia 23 de fevereiro. Logo após essa garantia, a Prefeitura resolveu divulgar a data para conhecimento dos usuários.

Com o atraso, a Prefeitura informa que contatou a empresa, e foi informada que os insumos chegarão a Mossoró até 5 de março.

Confira restante da NOTA DA PREFEITURA ABAIXO:

Desde o início da licitação da Sellene, a Secretaria de Saúde vem mantendo contato com a empresa com objetivo de cobrar e acompanhar todos os passos a fim de que as insulinas cheguem o quanto antes. A Prefeitura de Mossoró fez novo contato com a empresa hoje, que alegou atraso na entrega pelo fabricante e que até o dia 05 de março a insulina chegará a Mossoró. A PMM vai aguardar até esse prazo e se o produto não for entregue tomará as medidas cabíveis.

Neste primeiro momento foram solicitadas 5.929 unidades de insulinas, sendo 3.128 Degludeca e 2.801 Asparte, que serão distribuídas gratuitamente aos usuários cadastrados. A prestadora já foi notificada do pedido da Prefeitura. Assim que elas forem entregues, a Secretaria de Saúde, através do setor responsável, comunicará todos os usuários informando os horários de distribuição.

A  Saúde reforça ainda que seguiu todos os trâmites legais para validação de pedido de insulinas. No mês de janeiro, a Prefeitura divulgou o resultado de licitação, realizada no ano passado, com a finalidade de comprar 36 mil unidades da insulina Degludeca e mais 18 mil da insulina Asparte, correspondendo a um investimento de mais de R$ 3.6 milhões.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário