06 JUN 2020 | ATUALIZADO 20:37
POLÍTICA
Da redação
23/08/2018 16:11
Atualizado
13/12/2018 12:26

Fátima em reunião com presidente das Assembleias de Deus: "As pessoas pediram a minha candidatura"

A+   A-  
Ao lado de assessores, Fátima respondeu a uma indagação do pastor Miranda sobre assumir o desafio de governar um Estado em condições financeiras precárias
Imagem 1 -  Fátima em reunião com presidente das Assembleias de Deus: "As pessoas pediram a minha candidatura"
Valéria Lima
A senadora Fátima Bezerra, candidata ao Governo do Estado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) esteve esta tarde em Mossoró onde cumpriu agenda na igreja Assembleia de Deus. Foi recebida no templo central, na avenida Leste-Oeste, pelo pastor-presidente Francisco Cícero de Miranda, onde apresentou suas propostas de recuperação do Estado.

Ao lado de assessores, Fátima respondeu a uma indagação do pastor sobre assumir o desafio de governar um Estado em condições financeiras precárias, quando poderia continuar como senadora por mais quatro anos. "Já disseram que o Senado é como o céu", disse o pastor.

A senadora explicou que não poderia virar as costas para a quantidade de pessoas que pediam por sua candidatura ao Governo. "Não é falácia. Os pedidos eram grandes para que eu aceitasse este desafio. Sei que é grande, mas estou cercada de muita gente qualificada com condições de sairmos desta situação", afirmou.

Ela aproveitou para citar a presença de Jean Paul Prates, colocando como uma dos maiores especialistas na área de petróleo e gás do país e que estava lá para somar. "O nosso foco é o de olhar para as pessoas, de tentar tirar o RN desta situação", disse.

Fátima se encontrou no mesmo momento que o deputado estadual Fernando Mineiro conversava com jornalistas no Rust Café e respondeu à mesma indagação, desta vez, feita pelo jornalista William Robson: "Temos muita sonegação no Estado, que pode ser combatida. Temos de arrecadar mais e fazer uma pactuação para gerar mais empregos. Fátima tem condições par a isso", afirmou.

A senadora recebeu muitos elogios do pastor Miranda, que considera sua carreira política "linda" tanto nos períodos de situação quanto agora na oposição.



"Eu acompanho sua vida pública. Já fiz uma entrevista com a senhora na rádio Nordeste, em Natal", lembra o pastor. Fátima agradeceu os elogios e disse que o princípio do cristinianismo, seja na igreja Católica ou Evangélica, é o da igualdade e da justiça.

Os modelos de gestão bem-sucedidos do Maranhão e do Ceará serão experimentados por um eventual governo de Fátima Bezerra. O pastor desejou sucesso e disse que iria cobrar que ela voltasse à sua igreja caso vencesse as eleições. "Não faça como outros", afirmou em tom bem humorado.

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário