07 JUL 2020 | ATUALIZADO 10:32
SAÚDE
Da redação
16/08/2015 18:49
Atualizado
13/12/2018 14:10

Mossoroense vence Torneio Internacional de Profissões

A+   A-  
Competição aconteceu durante a semana e foi encerrada neste sábado, no Ginásio do Ibirapuera, em SP
Imagem 1 -  Mossoroense vence Torneio Internacional de Profissões
WordsKills

O estudante Jackielyson André Ferreira Alves, de 20 anos, residente no bairro Vingt Rosado, em Mossoró, venceu no final da tarde deste domingo, 16, o Torneio Internacional de Qualificação Profissional (WorldSkills), na categoria solda industrial.

As provas terminaram neste sábado (15), às 16 horas, e o resultado final foi apresentado na solenidade de encerramento às 17 horas deste domingo, 16, no Ginásio do Ibirapuera, na cidade de São Paulo/SP, pelos Internacional Vocation Training Organization.

Aluno de escola pública em Mossoró, Jackielyson Alves competiu a partir do treinamento que recebeu no Centro de Educação e Tecnologia Ítalo Bologna, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), no bairro Santo Antônio, zona norte de Mossoró.

Jackielyson, que é casado e tem um filho de 3 anos, venceu, na última etapa do torneio, o Chinês Zhengchao Zeng e o Tailandes Suparat Rattanapan. Para competir no Word Skills, Jackielyson Alves teve que vencer a fase estadual e nacional.

Os competidores dos demais 35 países desta modalidade passaram pelo mesmo processo de seleção. Os Chineses e os americanos são destaques em várias modalidades no torneio, que é realizada desde 1950 pela Internacional Vocation Training Organizatio (IVTO) a cada dois anos.

Esta foi a primeira vez que a competição aconteceu no Brasil. Foi realizada no Estado de São Paulo. O Brasil participou com campeões nacionais em 56 categorias. Para participar, o competidor tem que ter menos de 22 anos e só pode competir uma vez só.

Para conquistar a vaga e representar o Brasil na WorldSkills, Jackielyson passou por uma seletiva até ser escolhido para integrar o grupo de alunos Top One de várias unidades do SENAI pelo país - o melhor de cada categoria. Nos treinos, participou da Olimpíada do Conhecimento, em 2014, e também foi para os Estados Unidos para um simulado de soldagem com competidores de outros países. Uma de suas metas e um sonho é ser instrutor do SENAI.

"Sinto-me um privilegiado e quero retribuir, repassando a outros todo o aprendizado que tive", afirma Jackielyson, que esteve tranquilo e confiante durante toda a competição. Casado e pai de um menino de três anos, ele conta que o mais difícil foi vencer a saudade de casa, da família. "Desde março de 2014, não estou muito presente, em Mossoró, com a minha família, mas desde que fui pré-selecionado para o mundial eles me dão todo apoio".

Natural de Mossoró, Jackielyson nasceu em 1994. Entre 2011 e 2012 fez o curso de Soldagem Multiprocessada e está cursando o de Técnico em Metalurgia no SENAICET Ítalo Bologna. Ele treinou duro por dois anos e seis meses para garantir a medalha e, no palco, comemorou muito. A emoção também tomou conta da delegação do SENAI-RN que acompanhou o atleta.

O desafio era completar quatro módulos, que incluem a montagem e soldagem de estruturas de aço carbônico, alumínio e inox. São 4 horas para os primeiros e segundos módulos, que são chamados Corpos de Prova (o competidor solda peças separadas) e uma hora para completar o chamado Vaso de Pressão (estruturas de aço).

A avaliação teve quatro fases: o ensaio visual das peças; os testes hidrostático e radiográfico; e o ensaio destrutivo (para avaliar resistência e falhas internas). Cada peça produzida e cada etapa de avaliação teve uma pontuação pré-estabelecida. No geral, o competidor poderia atingir até 100 pontos.

A equipe do SENAI/RN Mossoró está acompanhando a competição desde o primeiro dia. A Diretora Regional do SENAI/RN, Roseanne Albuquerque; a Gerente de Educação do SENAI/RN, Simone Oliveira; o Vice-diretor do SENAI/Mossoró, Ricardo Alex; e o Assessor Técnico do SENAI/RN, Wertson da Silva, investiram no mossoroense.

Após a conclusão das provas neste sábado, 15, Jackielyson Alves disse “Estou feliz e aliviado por ter conseguido concluir a prova sem nenhum problema. Eu espero o melhor, espero o melhor resultado, mas vamos aguardar, vamos ver o que vai ser”, disse Jackielyson.

Neste domingo, 16, após anunciado o resultado da competição, Jackielyson Alves desabou de joelhos. Em seguida subiu ao pódio, rasgando um grito (FOTO). Em seguida ligou para a mãe, Fátima Ferreira, que já estava chorando em Mossoró. “Quero falar com eu avô”, diz Jackielyson Alves a tia Cecília Alves. O avô que ele queria falar é João Ferreira. O telefone celular saiu de mão em mão. Choro de alegria na Rua Epitácio Pessoa, bairro Santo Antônio.

O campeão mundial na ocupação solda chega em Mossoró na próxima terça-feira.

SOLDAGEM - O soldador é um profissional que necessita de habilidades manuais para executar seu trabalho. Diferentes processos de soldagem são necessários aos diversos tipos de materiais. O soldador deve compreender desenhos técnicos, padrões e marcações, aplicar os processos corretos de soldagem e conhecer as características dos materiais, como também conhecer e trabalhar de acordo com as normas de segurança. O soldador une componentes, estruturas, tubos, tanques e chapas. Termos de referência dos padrões e das definições para os processos de soldagem, posições de soldagem e de testes de soldagem devem estar de acordo com as normas ISO (Organização Internacional para Padronização) e AWS (Sociedade Americana de Soldagem).

AVALIAÇÃO - Solda a topo e em partes de placas, em canos e em todas as posições de trabalho com emendas em ângulos diferentes de inclinação e rotação, para ser completado dentro de um dado limite de tempo. Peças soldadas serão testadas de modo não destrutivo para avaliar critérios específicos e marcar a pontuação do candidato de acordo com os critérios de avaliação. A terminologia das posições de soldagem devem seguir os padrões ISO2553 e AWS A3.0/A2.4.

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário