23 JUL 2019 | ATUALIZADO 09:01
ESTADO

Outros dois açudes grandes ameaçam se romper na região Central

Defesa Civil Estadual se reuniu na noite deste domingo, 21, com os prefeitos das cidades de Angicos, Fernando Pedroza, Ipanguaçu e Santana do Matos buscando adotar medidas de contenção destes açudes e até de evacuação, caso necessário.
COM INFORMAÇÕES DO BLOG ANGICOS
22/04/2019 10:32
Atualizado
22/04/2019 10:35
A+   A-  
Outros dois açudes grandes ameaçam se romper na região Central
Técnicos da Defesa Civil reunidos na noite deste domingo, na cidade de Angicos, decidiram monitorar os açudes São Miguel 2 e Vavá 2, que estão ameaçando se romper, no caso de haver novas chuvas fortes na região conforme previsto pela EMPARN
FOTO: BLOG ANGICOS

A Defesa Civil Estadual confirmou que dois açudes (São Miguel 2 e Vavá 2) pode se romper a qualquer momento na zona rural do município de Fernando Pedroza-RN.

Com a chuva de mais ou menos 150 mm na tarde de sábado, se romperam os açudes São Miguel I, Vava I e São Pedro, todos localizados em propriedades privadas.

O risco de rompimento se tornou ainda maior com a notícias de que poderá acontecer novas chuvas fortes nos próximos dias no interior do Rio Grande do Norte.

Segundo a gerência de meteorologia da Emparn, as condições continuam favoráveis à ocorrência de chuvas em todas as regiões do Estado.

Nos próximos dias, além da atuação da Zona de Convergência Intertropoical (ZCIT), tem também a chegada de uma frente fria que pode contribuir para o aumento de chuvas,

Diante da possibilidade, integrantes da Defesa Civil estadual, Corpo de Bombeiros, da SEMARH, IGARN e das prefeituras de Angicos, Fernando Pedroza, Ipanguaçu se reuniram.

O chefe da Defesa Civil Estadual engenheiro civil João Maria Cavalcanti, comandou reunião com o diretor-presidente do Instituto de Gestão das Águas do RN Caramuru Paiva.

Com os dois estavam os prefeitos Sandra Jaqueline (Fernando Pedroza), Deusdete Gomes (Angicos) e Valdereco (Ipanguaçu), que também estão preocupados com o quadro.

A reunião aconteceu na noite deste domingo, na cidade de Angicos. Decidiram monitorar com intervalo de uma hora os açudes de São Miguel 2 e Vava 2 e o Açude Grande, de Angicos.

No caso de haver rompimento, o alerta de evacuação da população das áreas baixas será emitido pelas rádios, grupos de Whatsapp, enfim, por todos os meios de comunicação.

O coordenador nacional de Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, já está ciente dos transtornos causados pelas chuvas na região Central do Rio Grande do Norte.

O tenente-coronel BM Marcos de Carvalho acompanha os trabalhos. Ele atestou a possibilidade de rompimento dos açudes São Miguel 2 e Vavá 2.

Ainda não é possível informar quantas pessoas seriam afetadas com a possível ruptura da parede desses açudes, porém é certo que a cidade de Ipanguaçu ficaria 70% inundada.

Nesta segunda-feira, 22, uma equipe da Semarh está ampliando os sangradouros dos reservatórios para aumentar o fluxo de descarga ou ainda o rebaixamento do vertedouro. A ideia é reduzir a possibilidade de rompimento e se houver reduzir os estragos possíveis.


BR-304

A Defesa Civil também vistoriou neste domingo a ponte na BR-304 que está em situação crítica devido à erosão provocada pela forte correnteza da noite de sábado. Já foram acionados o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário