23 JUL 2019 | ATUALIZADO 09:01
ESTADO

Saúde disponibiliza medicamento para prematuros no RN

O Palivizumabe é administrado em até cinco doses, a cada 30 dias, no período de maior circulação do VSR, de fevereiro a julho, para recém-nascidos, com menos de 28 semanas e crianças com complicações respiratórias ou doença cardíaca com repercussão hemodinâmica
DA REDAÇÃO
22/04/2019 15:13
Atualizado
22/04/2019 15:13
A+   A-  
Saúde disponibiliza medicamento para prematuros no RN
A Secretaria de Estado da Saúde Púbica (SESAP), através da Unidade Central de Agentes Terapêuticas (UNICAT), está disponibilizando o Palivizumabe, medicamento indicado para aumentar a proteção de crianças contra a infecção pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR)
Reprodução

A Secretaria de Estado da Saúde Púbica (SESAP), através da Unidade Central de Agentes Terapêuticas (UNICAT), está disponibilizando o Palivizumabe, medicamento indicado para aumentar a proteção de crianças contra a infecção pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR).

O Palivizumabe é administrado em até cinco doses, a cada 30 dias, no período de maior circulação do VSR, de fevereiro a julho, para recém-nascidos, com menos de 28 semanas e crianças com complicações respiratórias ou doença cardíaca com repercussão hemodinâmica.

O medicamento adquirido pelo Ministério da Saúde, através do Componente Estratégico Básico, está sendo disponibilizado desde 2014. Para ter acesso, os pacientes ambulatoriais devem procurar a UNICAT e o Hospital Rafael Fernandes para cadastro e entrega de documentos. A aplicação do medicamento para esses pacientes é no Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CIRE), que funciona no Hospital Giselda Trigueiro e no Hospital Rafael Fernandes, em Mossoró. Para as crianças que estão internadas em Natal, Mossoró e Parnamirim o medicamento é aplicado no serviço hospitalar.

Os documentos solicitados para o cadastro do paciente são:

Recém-nascido

• Formulário de solicitação do documento;

• Cópia da Certidão de nascimento;

• Comprovante de residência;

• Cópia do cartão do SUS da criança;

• Receituário Médico;

• Solicitação com relatório médico justificado e assinado por médico que atende o paciente.

Crianças com complicações respiratórias ou doença cardíaca:

• Formulário de solicitação do documento;

• Cópia da Certidão de nascimento;

• Comprovante de residência;

• Cópia do cartão do SUS da criança;

• Receituário Médico;

• Solicitação com relatório médico justificado e assinado por médico que atende o paciente;

• Lista de medicamentos em uso pela criança.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário