23 JUL 2019 | ATUALIZADO 09:01
NACIONAL

Após feriado, PRF registra redução no número de acidentes graves nas estradas do RN

Segundo o balanço da Operação Semana Santa, houve uma redução de 40% no número de acidentes graves e de 100% no número de mortos nas 7 rodovias federais do estado, durante o feriado.
COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA PRF
23/04/2019 10:24
Atualizado
23/04/2019 11:05
A+   A-  
PRF registra redução no número de acidentes graves nas estradas do RN
Ultrapassagem irregular e excesso de velocidade foram as condutas mais registradas pela PRF.
FOTO: AGÊNCIA PRF

A PRF encerrou no domingo (21) a Operação Semana Santa. Durante os dias de feriado, foram realizadas ações educativas com o objetivo de sensibilizar motoristas e passageiros em viagem, para os cuidados com a segurança do trânsito.

Durante a operação foram fiscalizados 3.840 veículos e 4.264 pessoas. 1.432 motoristas foram submetidos ao teste de etilômetro, dos quais 46 foram autuados.

Também foram registradas 1.031 autuações por infrações diversas, sendo 182 só por ultrapassagens proibidas.

Um total de 22 pessoas foram presas durante a operação, sendo seis por receptação, quatro por embriaguez ao volante, sete por outros crimes de trânsito, três por porte de droga para consumo e uma por possuir mandado de prisão em aberto.

Os radares capturaram imagens de 1.197 veículos que transitaram com excesso de velocidade. Já no tocante a falta do uso do cinto de segurança, 47 autuações foram lavradas, sendo a grande maioria motivada pelo não uso do cinto pelo passageiro (85%).

Outros 13 motoristas foram notificados por transportarem crianças até sete anos e meio de idade, sem os dispositivos de segurança (cadeirinhas) e 14 motociclistas também foram autuados por não uso do capacete de segurança.


ACIDENTES

Na operação Semana Santa 2019, foram registrados nas sete rodovias federais no RN, um total de 15 acidentes, sendo três graves, que resultou em 23 pessoas feridas, contudo, nenhuma morte foi registrada.

No ano passado, foram registrados 24 acidentes, sendo cinco graves, 23 feridos e quatro mortes.

Comparando-se as duas operações, verifica-se uma redução significativa no número de acidentes e de mortes. Redução de 37,5% no número de acidentes, de 40% nos acidentes graves e de 100% no número de mortes.

A PRF atribui a diminuição da violência no trânsito nas vias federais durante o feriado, principalmente, pelo aumento na fiscalização e no policiamento, bem como pela mudança de hábito de boa parte da população, no tocante ao respeito as normas de trânsito.


BALANÇO DA OPERAÇÃO NO PAÍS

O feriado de semana santa teve o menor número de acidentes graves e mortos nas rodovias federais dos últimos 12 anos.

Números preliminares mostram que durante os quatro dias da operação o órgão registrou 759 acidentes que resultaram em 962 feridos e 50 mortos.

As ações de fiscalização focaram nas condutas associadas com o maior número de acidentes como ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, alcoolemia ao volante e falta de equipamentos de segurança.

Ao todo, 105.245 pessoas e 109.324 veículos foram fiscalizados pela PRF durante os quatro dias de operação. As fiscalizações resultaram em 35.077 autuações.

Ultrapassagem irregular e excesso de velocidade foram, assim como nos últimos feriados, as condutas mais registradas pela PRF. Foram 4.665 ultrapassagens indevidas e 75.800 imagens capturadas pelos radares fotográficos por excesso de velocidade.

Também foram autuados 980 condutores por alcoolemia, 26% a mais que em 2018. O número de crianças sendo transportadas em desacordo com a legislação também subiu 9%, 512 flagrantes deste ano contra 470 no ano anterior.


REDUÇÃO DE ACIDENTES

Mesmo com as ações educativas e fiscalizações em pontos estratégicos, o órgão contabilizou 759 acidentes, uma redução de 11% em comparação a mesma operação de 2018, quando foram registrados 854 acidentes.

A queda no número de acidentes, em especial os acidentes graves, refletiu positivamente na redução do total de mortos.

Neste ano os acidentes foram responsáveis por 50 mortes no trânsito, uma redução de 28% em relação ao mesmo feriado do ano passado, quando foram registrados 70 óbitos.

Também foram registradas 962 pessoas feridas contra 905 em 2018. O número de mortos e de acidentes graves foram os menores em 12 anos, conforme série histórica.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário