19 MAI 2019 | ATUALIZADO 09:00
ESTADO

Grossos: Vereador sai da oposição e defende presidente da Câmara para prefeito

Bruno do Corrego, como é mais conhecido, disse que, no caso Charlinho confirme seu nome como candidato em 2020, ele não vai se candidatar a reeleição de vereador. Vai dedicar todo o esforço possível para elegê-lo.
Da Redação
12/05/2019 11:51
Atualizado
12/05/2019 13:53
A+   A-  
Grossos: Vereador sai da oposição e defende presidente da Câmara para prefeito

Começou esta semana a corrida pela Prefeitura de Grossos, município de 10 mil habitantes e distante menos de 40 km de Mossoró. Três grupos estão se articulando para chegar em 2020 com chances de disputar os votos nas urnas.

A vereadora, professora e empresária Clorissa Linhares, do Solidariedade, aparece naturalmente no processo sucessória, pelo trabalho que realiza na cidade e por ter colocado seu nome para disputar o governo do estado na campanha passada.

O segundo nome é da servidora pública Cinthia Sonally, do PHS. Trabalha em silêncio nos bastidores buscando apoio e fortalecendo seu nome para disputar a Prefeitura em 2020. Está sempre perto dos eleitores.

O terceiro nome é do presidente da Câmara Municipal, vereador Francisco Richarliton, do MDB. Quem o lançou como candidato foi o também vereador Bruno Gomes, do PSDB. Richarlinton atua principalmente na área de esportes.

Inclusive, Bruno estava na oposição ao Governo de José Maurício, mas quando Charlinho aceitou disputar a Prefeitura, ele passou para o lado da situação. Isto aconteceu esta semana, o que deixou alguns tristes e outros felizes.

Bruno do Corrego, como é mais conhecido, disse que, no caso Charlinho confirme seu nome como candidato em 2020, ele não vai se candidatar a reeleição de vereador. Vai dedicar todo o esforço possível para elegê-lo.

Em entrevista ao MOSSORO HOJE, Bruno explica porque deixou a oposição.

Vê no primo Charlinhos a pessoa certa ("Ele tem um bom coração e está sempre disposto a ajudar", diz) para adotar as medidas corretas, como gestor, para o município de Grossos crescer estruturalmente e também economicamente.

Com enorme potencial econômico no setor salineiro e no turismo, o município de Grossos, que tem pouco mais de 10 mil habitantes, enfrenta algumas dificuldades no setor estrutural.  

Ainda não definiu como tratar da maneira correta os seus resíduos sólidos, não tira o proveito que poderia tirar no turismo em benefício da população e principalmente das áreas de produção de sal em uma enorme área do município.

Entretanto, o nome de Charlinhos não é o único no grupo de situação ao governo de José Maurício para sucede-lo. Quem também disputa este posto é o vereador Erasmo Carlos, do MDB.

Porém, Erasmo tem poucas chances diante do cenário político atual e com a chegada de Bruno do Corrego a situação, pois outro grande líder político do município, João Dehon, é sogro de Charinhos e irmão do prefeito José Maurício.

Em Grossos, os primeiros nomes já estão a mesa!  

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário