17 NOV 2019 | ATUALIZADO 18:15
ESTADO

Governo do RN conclui folha de maio e deposita parcela do 13º de 2017 hoje (31)

Nesta sexta o estado irá pagar os 70% restantes dos salários de maio para os servidores que ganham acima de R$ 5 mil (os outros 30% foram pagos no dia 15)) e ainda o salário integral das pastas com recursos próprios. O governo também vai depositar a primeira parcela do 13º de 2017, uma das quatro folhas deixadas como passivo pela última gestão.
COM INFORMAÇÕES DO G1
31/05/2019 12:28
Atualizado
31/05/2019 12:29
A+   A-  
Imagem 1 -  Segundo o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, os valores referentes ao 13º serão pagos com juros e correção monetária.
Segundo o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, os valores referentes ao 13º serão pagos com juros e correção monetária.
FOTO: REPRODUÇÃO

O Governo do Rio Grande do Norte conclui nesta sexta-feira (31) o pagamento integral da folha salarial do mês de maio, além de também depositar a primeira das duas parcelas referentes à dívida do 13º salário de 2017.

Com estes pagamentos, o governo afirma estar injetando na economia do estado mais de R$ 216 milhões, sendo R$ 203,7 milhões referentes aos 70% restantes para quem ganha acima de R$ 5 mil (valor bruto) e ainda o salário integral das pastas com recursos próprios, concluindo o total de R$ 445 milhões da folha de maio.

Outros R$ 12,6 milhões correspondem à primeira parcela do 13º de 2017 a 6.210 inativos e pensionistas que ganham até R$ 12 mil (valor líquido), quitando quase 85% do total de servidores desta folha. Os 1.257 restantes receberão no fim do mês de junho.

JUROS E CORREÇÃO

“Importante ressaltar que todos receberão o valor do décimo de 2017 com juros e correção monetária. O governo ainda espera da Justiça o envio do cálculo a ser aplicado para essas correções e o consequente depósito desse acréscimo”, frisou o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire.

Todos esses servidores são aposentados e pensionistas e já tinham recebido parcela de R$ 5 mil da gestão passada, quando o governo iniciou o pagamento escalonado, mas não concluiu a folha, deixando pendentes R$ 30,23 milhões

 Com o acréscimo de R$ 1,7 milhão de correção monetária, o valor chega a quase R$ 32 milhões.

ANTECIPAÇÃO DOS ROYALTIES

Neste mês de junho, ainda de acordo com o governo, está previsto o novo pregão eletrônico para antecipação dos royalties de julho deste ano até dezembro de 2023.

Com esse recurso, o Executivo pretende recompor a dívida com o fundo previdenciário construída na gestão passada.

Outras ações, como a venda da folha do Estado, também estão previstas para os próximos meses, como forma de amortizar as outras três folhas em atraso.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Eleições 2020 MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário