30 MAR 2020 | ATUALIZADO 10:03
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
13/02/2020 10:13
Atualizado
13/02/2020 10:13

Operação do MPRN prende foragido por tráfico de drogas em Mossoró

A+   A-  
A Operação Contenção II foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (13) e visa o combate ao tráfico de drogas em Mossoró e Baraúna. Antônio Fransueldo Gadelho da Silva foi preso em uma casa no Alto de São Manoel. No momento da prisão, ele apresentou documentação falsa. Com ele foram encontrados uma balança de precisão, craque e munição. A operação ainda cumpriu outros 7 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão preventiva.
Imagem 1 -
FOTO: MOSSORÓ HOJE

No início da manhã desta quinta-feira (13) o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), com o apoio da Polícia Civil, deflagrou a Operação Contenção II, que visa o combate ao tráfico de drogas nas regiões de Mossoró e Baraúna.

Durante a ação, um dos mandados de prisão foi cumprido na Travessa Dr. Amaury, no Alto de São Manoel. No local os policiais encontraram uma balança de precisão, craque, além de duas cápsulas de munição.

Antônio Fransueldo Gadelho da Silva recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado para a delegacia de plantão, no Alto de São Manoel. Ele já era foragido da justiça, com mandado de prisão em aberto por de tráfico de drogas, e agora vai responder pelo mesmo crime, além de posse ilegal de munição.

Na delegacia os policiais ainda constataram um fato que chamou a atenção. No momento da prisão, Antônio se apresentou um RG com outro nome, mas os policiais perceberam que o ele usava exatamente a mesma camisa que estava na foto do documento.

Ao ser questionado, o homem acabou confessando que o documento apresentado pertencia ao irmão dele e que ele havia apenas colocando a foto dele por cima da do irmão.

Antônio foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficará à disposição da justiça.

A operação Contenção II ainda crumpriu outros 7 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão preventiva. Dois alvos já cumprem pena no sistema prisional. As investigações prosseguirão no âmbito do Ministério Público e da Polícia Civil.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário