07 JUN 2020 | ATUALIZADO 16:10
ESTADO
20/05/2020 14:52
Atualizado
20/05/2020 14:56

PL que cria ‘Delegacia Virtual em Defesa das Mulheres’ é aprovado por unanimidade na ALRN

A+   A-  
O projeto de lei de autoria da deputada Isolda Dantas visa conter o avanço da violência contra a mulher no Rio Grande do Norte, especialmente durante o período de isolamento social, em função da pandemia da Covid-19. O PL agora aguarda a sanção do Governo do Estado.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Na sessão remota da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (20), foi aprovado por unanimidade o Projeto de Lei de autoria da deputada estadual Isolda Dantas (PT) que cria ‘Delegacia Virtual em Defesa das Mulheres’.

A ferramenta tem como objetivo conter o avanço da violência contra a mulher no Rio Grande do Norte, especialmente durante o período de isolamento social, em função da pandemia da Covid-19.

Em diálogo construído com a SEMJIDH, Degepol e o Comitê de enfrentamento à violência doméstica e familiar, o mandato da deputada criou o Projeto de Lei para a implementação de uma Delegacia Virtual como um mecanismo para o registro da violência doméstica.

Com a criação de um canal de comunicação via WhatsApp, o dispositivo assegura o recebimento de denúncias, registros de ocorrências, envio de fotos e documentos relativos aos crimes e situações de violência doméstica.

“Por uma série de fatores as mulheres têm muita dificuldade de realizar as denúncias. Neste período de isolamento a violência aumenta e é preciso ter mais atenção. As mulheres do Rio Grande precisam saber que não estão sozinhas. Nosso compromisso de luta e trabalho: se tem violência contra a mulher, a gente mete a colher!”, afirmou Isolda.

Agora, o PL aguarda sanção do Governo do Estado e a regulamentação da Polícia Civil, para que as mulheres potiguares tenham mais uma ferramenta em defesa de suas vidas.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário