30 SET 2020 | ATUALIZADO 12:39
ESTADO
COM INFORMAÇÕES DO BOM DIA RN
30/06/2020 10:59
Atualizado
30/06/2020 17:33

Em entrevista, Fátima diz que aulas no RN podem ser retomada em 14 de agosto

A+   A-  
"Temos uma grande preocupação do ponto de vista da aprendizagem. A maior parte dos alunos da rede pública não têm internet, e o Enem tá aí, vai ter Enem. Estamos muito preocupados com isso e a discussão que está sendo feita é para que a gente possa retomar as aulas a partir de 14 de agosto", afirmou a gestora ao Bom Dia RN
Imagem 1 -  Em entrevista, Fátima diz que aulas no RN podem ser retomada em 14 de agosto. "Temos uma grande preocupação do ponto de vista da aprendizagem. A maior parte dos alunos da rede pública não têm internet, e o Enem tá aí, vai ter Enem. Estamos muito preocupados com isso e a discussão que está sendo feita é para que a gente possa retomar as aulas a partir de 14 de agosto", afirmou a gestora ao Bom Dia RN.
Em entrevista, Fátima diz que aulas no RN podem ser retomada em 14 de agosto. "Temos uma grande preocupação do ponto de vista da aprendizagem. A maior parte dos alunos da rede pública não têm internet, e o Enem tá aí, vai ter Enem. Estamos muito preocupados com isso e a discussão que está sendo feita é para que a gente possa retomar as aulas a partir de 14 de agosto", afirmou a gestora ao Bom Dia RN.
FOTO: REPRODUÇÃO

Nesta terça-feira (30) a Governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, falou sobre a possibilidade de as aulas presenciais no Estado serem retomadas em 14 de agosto.

As aulas estão suspensas desde 18 de março. No início de junho o governo publicou um decreto prorrogando a suspensão até o próximo dia 6 de julho. Atualmente, de acordo com o decreto em questão, a rede estadual de ensino encontra-se em recesso escola.

Veja mais:

Suspensão das aulas nas redes pública e privada do RN segue até o dia 6 de julho


Um novo decreto deve ser publicado informado a prorrogação do prazo de suspensão das aulas até agosto.

Nesta terça, em entrevista ao Bom Dia RN, Fátima Bezerra afirmou que a retomada das aulas presenciais "passa por uma série de medidas porque tem que se dar de maneira muito segura". Disse também que a data de 14 de agosto ainda é um indicativo e não está definida.

"Temos uma grande preocupação do ponto de vista da aprendizagem. A maior parte dos alunos da rede pública não têm internet, e o Enem tá aí, vai ter Enem. Estamos muito preocupados com isso e a discussão que está sendo feita é para que a gente possa retomar as aulas a partir de 14 de agosto", afirmou a gestora.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário