27 FEV 2021 | ATUALIZADO 21:06
ESTADO
19/01/2021 17:04
Atualizado
19/01/2021 17:04

Economia de combustível pelo Governo do RN é de mais de R$ 9 milhões

A+   A-  
O valor é referente aos dois primeiros anos da atual gestão, em comparação com os anos de 2017 e 2018. A economia real é de 2.393.541,93 milhões de litros de gasolina e óleo diesel. A ampliação da rede de postos credenciados para abastecimento dos veículos a serviço do Governo do Estado também contribui para a economia financeira e produtividade operacional. Isso porque a iniciativa implica em diminuir o deslocamento das viaturas até postos de abastecimento situados em regiões distantes
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Otimizar o consumo de combustível por parte dos veículos da frota do Governo do Rio Grande do Norte é uma das ações que a atual Administração Estadual vem priorizando.

Tanto que, nos dois primeiros anos da gestão da governadora Fátima Bezerra, o Executivo registrou uma economia real de 2.393.541,93 milhões de litros de gasolina e óleo diesel, em relação aos anos de 2017 e 2018.

Essa redução representa uma economia estimada em R$ 9.393.031,84 milhões aos cofres estaduais, considerando um valor médio ponderado no preço dos combustíveis nos últimos quatro anos.

Com relação ao volume, o Governo consumiu 17.283.969,31 litros nos dois anos finais da gestão anterior, para 14.890.427,38 litros somando 2019 e 2020.

Os dados são da Secretaria de Estado da Administração (Sead), que faz o gerenciamento compartilhado da frota com a Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

De acordo com a Coordenadoria de Patrimônio (Copat) da Sead, responsável pela compra e gerência administrativa dos combustíveis, a maior economia foi registrada no posto interno, que abastece praticamente toda a frota que atende a Região Metropolitana de Natal.

O consumo de combustível no local caiu cerca de 27%, passando de 7.987.427 de litros gastos entre 2017 e 2018 para 5.880 milhões de litros nos dois últimos anos.

Visto como um ano atípico, 2020 foi marcado pela pandemia do novo coronavírus, que implicou em momentos de quarentena e teletrabalho por parte de boa parte do funcionalismo público.

Apesar disso, a redução com gasto de combustível é resultado da intensificação no trabalho de controle e fiscalização, resultante dos procedimentos adotados após a publicação do Decreto nº 28.700, de 24 de janeiro de 2019, que dispõe sobre o cadastramento da frota veicular do Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Norte e estabelece a gestão compartilhada da fiscalização e do controle do uso de veículos oficiais.

MAIS POSTOS CREDENCIADOS PARA ABASTECIMENTO

A ampliação da rede de postos credenciados para abastecimento dos veículos a serviço do Governo do Estado também contribui para a economia financeira e produtividade operacional. Isso porque a iniciativa implica em diminuir o deslocamento das viaturas até postos de abastecimento situados em regiões distantes e, consequentemente, em reduzir o tempo de serviço e consumo do próprio combustível apenas nesse trajeto.

Até o final de 2018, o RN contava com apenas 12 postos credenciados para abastecimento da frota estadual. Na atual Administração, o Executivo ampliou a rede, visando cobrir todas as regiões do território norte-rio-grandense. Hoje, já são 27 postos aptos a abastecer os veículos do Governo do Estado.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário