08 MAI 2021 | ATUALIZADO 18:16
POLÍCIA
09/04/2021 07:04
Atualizado
09/04/2021 08:21

Assuense é morto com tiros de doze no bairro Ouro Negro, em Mossoró

A+   A-  
As informações repassadas pela Polícia Militar apontam que a vítima Hermesson Medeiros da Rocha, de 19 anos, estava em pé, na entrada da vila onde mora à Rua Chico Teófilo, em Mossoró, quando teria sido alvejado com um tiro de doze e morreu no local.
Imagem 1 -  As informações repassadas pela Polícia Militar apontam que a vítima Hermesson Medeiros da Rocha, de 19 anos, estava em pé, na entrada da vila onde mora à Rua Chico Teófilo, em Mossoró, quando teria sido alvejado com um tiro de doze e morreu no local.
As informações repassadas pela Polícia Militar apontam que a vítima Hermesson Medeiros da Rocha, de 19 anos, estava em pé, na entrada da vila onde mora à Rua Chico Teófilo, em Mossoró, quando teria sido alvejado com um tiro de doze e morreu no local.
FOTO: O CÂMERA

O assuense Hermesson Medeiros da Rocha, de 19 anos, foi assassinado a tiros no início da madrugada desta sexta-feira, dia 9 de abril, no bairro Ouro Negro, zona oeste da cidade de Mossoró-RN. A informação foi confirmada pela Polícia Militar.

As informações repassadas pela Polícia Militar apontam que a vítima, que é natural da cidade de Assu, estava em pé, na entrada da vila onde mora à Rua Chico Teófilo, em Mossoró, quando teria sido alvejado com um tiro de doze e morreu no local.

Também foi relatado pelos policiais que estiveram no local que os moradores da rua que aconteceu o crime evitaram falar sobre o assunto. Temem serem mortos pela facção criminosa que demarca postes e muros como se o bairro fosse deles.

O corpo de Hermesson foi removido para exames na sede do ITEP. Policiais civis que estavam de plantão estiveram no local fazendo os primeiros levantamentos. O caso deve ser investigado pelos agentes da Divisão de Homicídios de Mossoró.

Trata-se da trigésima sétima ocorrência desta natureza, só neste ano de 2021, em Mossoró.

Procura

Durante toda a noite, a Policia Militar procurou a dupla que cometeu vários assaltos e baleou na cabeça o cabo PM Francisco Marcolino Sobrinho, que se encontra internado no Hospital Regional Tarcísio Maia em estado muito grave. Informações para prender a dupla devem ser repassadas pelo número 190.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário