30 JUN 2022 | ATUALIZADO 18:23
ESTADO
17/05/2022 14:18
Atualizado
17/05/2022 14:19

Sesap registra mais de 11 mil casos suspeitos de dengue em 2022 no RN

A+   A-  
Os números estão registrados no Boletim Epidemiológico das Arboviroses, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) na última sexta-feira (13). Em comparação com 2021, quando foram registrados, até a semana 18, um total de 806 casos prováveis, 2022 já registra 11.427 casos suspeitos da doença. O número de casos das demais arboviroses também está crescendo em todo o Rio Grande do Norte. Só este ano já foram registrados 3.397 casos prováveis de chikungunya e 708 casos prováveis de zika vírus.
Imagem 1 -

Os números de casos de dengue no Rio Grande do Norte apresentou crescimento significativo em 2022. Até a semana epidemiológica 01 a 18, terminada em 07 de maio, o estado já registrou 11.427 casos prováveis da doença. A incidência geral de casos é de 323,93 casos/100 mil habitantes.

Os números estão registrados no Boletim Epidemiológico das Arboviroses, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) na última sexta-feira (13).

Em comparação com 2021, quando foram registrados, até a semana 18, um total de 806 casos prováveis, 2022 já registra 11.427 casos suspeitos da doença.

O número de casos das demais arboviroses também está crescendo em todo o Rio Grande do Norte. Só este ano já foram registrados 3.397 casos prováveis de chikungunya e 708 casos prováveis de zika vírus.

Ao constatar a emergência em saúde pública vivenciada com relação às arboviroses, inclusive já com um certo impacto na rede assistencial, a Sesap vem desenvolvendo uma série de ações para mitigar o número de casos e reduzir os danos causados.
As discussões no Comitê Operacional de Emergências foram retomadas em parceria com o Ministério Público Estadual, o Conselho Estadual de Saúde e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde do RN.

A Sesap reforça, junto à população, os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor das arboviroses, como manter os quintais livres de possíveis criadouros do mosquito; esfregar com bucha as vasilhas ou reservatórios de água de seus animais; não colocar lixo em terrenos baldios; manter caixas d´água sempre tampadas e cuidar de qualquer local que possa acumular água parada. Além dos cuidados, é importante receber a visita do agente de endemias e esclarecer possíveis dúvidas.

As arboviroses apresentam sinais e sintomas comuns entre si, como febre, dores nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos no caso da chikungunya e zika.

Notas

UNP 27 de junho de 2022

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário