25 JUL 2024 | ATUALIZADO 18:39
ESTADO
17/07/2023 07:15
Atualizado
17/07/2023 07:15

Instalação da Fábrica Cimento La Union deve começar em agosto, em Mossoró

A+   A-  
Informação é da Coluna Território Livre, atualizada por Cassiano Arruda, da Tribuna do Norte. A companhia, que já tem licenças de instalação para uma área de 2,1 mil hectares entre Assu e Mossoró, pretende investir R$ 1,5 bilhão, gerando pelo menos 800 empregos diretos na instalação e 300 quando começar a operar. Espera produzir dez milhões de toneladas de cimento ao ano, faturando média de R$ 700 milhões/ano.
Imagem 1 -  Informação é da Coluna Território Livre, atualizada por Cassiano Arruda, da Tribuna do Norte. A companhia, que já tem licenças de instalação para uma área de 2,1 mil hectares entre Assu e Mossoró, pretende investir R$ 1,5 bilhão, gerando pelo menos 800 empregos diretos na instalação e 300 quando começar a operar. Espera produzir dez milhões de toneladas de cimento ao ano, faturando média de R$ 700 milhões/ano.
Informação é da Coluna Território Livre, atualizada por Cassiano Arruda, da Tribuna do Norte. A companhia, que já tem licenças de instalação para uma área de 2,1 mil hectares entre Assu e Mossoró, pretende investir R$ 1,5 bilhão, gerando pelo menos 800 empregos diretos na instalação e 300 quando começar a operar. Espera produzir dez milhões de toneladas de cimento ao ano, faturando média de R$ 700 milhões/ano.

Os diretores da ABG Mineração, que tem como principal sócio o grupo Cimentos La Union, da Espanha, estão sendo esperados no início do próximo mês (agosto) no Rio Grande do Norte para iniciar instalação da Fábrica de cimento entre as cidades de Assu e Mossoró-RN.

A notícia é de Cassiano Arruda, da Coluna Território Livre, da Tribuna do Norte.

O empreendimento será erguido numa área de 2.100 hectares, que já recebeu a licença de instalação do IDEMA em novembro de 2021, em solenidade com a presença da Governadora Fátima Bezerra e o então vice-governador Antenor Roberto.

Antes, precisamente em maio de 2021, a cimenteira espanhola ABH Mineração, que têm empreendimentos na mesma linha no Egito, Chile, Espanha e República Dominicana, havia anunciado investimento na ordem de 1,5 bi no Rio Grande do Norte.

A proposta de construção da fábrica de cimento em território de Mossoro foi apresentado também ao prefeito Allyson Bezerra, de Mossoro-RN. Em contado com a imprensa, Allyson Bezerra disse que cimenteira espanhola (de Valência) vai empregar o povo de Mossoró.


A aposta inicial é gerar pelo menos 800 empregos diretos na instalação da fábrica e 300 para operar a estrutura. A meta da companhia é faturar, em média, R$ 700 milhões/ano, produzindo uma média de 10 milhões de toneladas de cimento/ano.

Além das licenças de instalação, o Governo do Estado facilitou também incluindo o empreendimento no Programa de Estímulo à Indústria - PROERDI e dando isenção nos impostos aos equipamentos que virão da Espanha e da China, para produzir cimento.

Em maio de 2021, estiveram com a governadora Fátima Bezerra, os executivos Generoso Bertolin e Salvador Viguer, respectivamente diretor e vice-presidente da Cimento La Union. Também estava presente o representante dos diretores Jairo Abud.


Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário