13 ABR 2024 | ATUALIZADO 13:43
POLÍTICA
07/02/2024 08:34
Atualizado
07/02/2024 08:35

Mensagem do Governo e mecanização da agricultura familiar pautam horário dos líderes

A+   A-  
O primeiro pronunciamento de 2024, pós retorno dos trabalhos legislativos, ocorreu nesta terça-feira (6). Entre outras pautas, os parlamentares comentaram a prestação de contas feitas pela governadora Fátima Bezerra e a mecanização da agricultura familiar, a partir da entrega de equipamentos aos pequenos agricultores do município de Apodi, ocorrida da sexta-feira (2).
Imagem 1 -  Mensagem do Governo e mecanização da agricultura familiar pautam horário dos líderes. O primeiro pronunciamento de 2024, pós retorno dos trabalhos legislativos, ocorreu nesta terça-feira (6). Entre outras pautas, os parlamentares comentaram a prestação de contas feitas pela governadora Fátima Bezerra e a mecanização da agricultura familiar, a partir da entrega de equipamentos aos pequenos agricultores do município de Apodi, ocorrida da sexta-feira (2).
Mensagem do Governo e mecanização da agricultura familiar pautam horário dos líderes. O primeiro pronunciamento de 2024, pós retorno dos trabalhos legislativos, ocorreu nesta terça-feira (6). Entre outras pautas, os parlamentares comentaram a prestação de contas feitas pela governadora Fátima Bezerra e a mecanização da agricultura familiar, a partir da entrega de equipamentos aos pequenos agricultores do município de Apodi, ocorrida da sexta-feira (2).

No primeiro pronunciamento de 2024, nesta terça-feira (6), pós retorno dos trabalhos legislativos, o deputado Gustavo Carvalho (PSDB) usou o horário destinado às lideranças partidárias para homenagear a líder política da cidade de São Paulo do Potengi, Nini Souto, falecida no final de semana.

O parlamentar informou que apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa denominando a RN-120, que liga a BR-304, passando por São José do Sabugi e chega ao município de Senador Elói de Souza, de rodovia Nini Souto.

“Dona Nini foi eleita em 1972 e sua administração levou desenvolvimento para toda região, com marcos em sua gestão com a chegada do Banco do Brasil. Presidiu a Câmara de São Paulo do Potengi. Dona Nini tinha algumas paixões: seu esposo Dr. Gileno, Monsenhor Expedito e sua cidade. Foi uma verdadeira missionária, educadora, professora, católica muito ligada e apaixonada pela novena das águas. Não foi à toa que durante seu enterro Deus mandou uma chuva torrencial por quase três minutos. Foi a recepção calorosa dela em alto plano”, disse.

Na sequência, o deputado Coronel Azevedo (PL) lamentou o fato de alguns movimentos sociais estarem desfazendo da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. “Alguns movimentos que lutam por moradias foram reclamar da PM à senhora governadora. O que me incomoda é que o Governo do Estado não faz nada por essas pessoas e os parlamentares do Partido dos Trabalhadores não destinam nenhum valor para esse movimento”, criticou.

De acordo com Coronel Azevedo os políticos de esquerda usam essas pessoas para ganhar notoriedade e desqualificam uma instituição tão séria como a PMRN. “A Polícia não é e jamais será vilã da sociedade. Nosso mantado está aqui para defender nossos honrosos policiais. Reiteramos o direito dessas pessoas lutarem por suas moradias, mas quem resolve isso é justamente os que estão no Poder. A Polícia Militar só chega em episódios onde precisam garantir a ordem”, resumiu.

Outro parlamentar que fez pronunciamento foi o deputado Francisco do PT, que falou sobre as emendas parlamentares restantes de 2023. “Até o final do mês de fevereiro estarão pagas. Depois disso, construiremos um novo calendário para as emendas referentes a 2024. Um grande esforço da atual administração estadual para honrar esse compromisso com o parlamento Potiguar”, disse.

Sobre a mensagem anual da governadora Fátima Bezerra, o deputado considerou “centrada, equilibrada e em sintonia” com a realidade do Estado. “A governadora prestou contas das ações que foram executadas e que estão em andamento no RN. Destaque para o Governo Cidadão, que antes apenas 23% das obras estavam executadas e hoje 100% dos recursos foram aplicados em todas as regiões, o que significa muito para esse Estado”, ressaltou.

Francisco destacou as 40 escolas reformadas e ampliadas, hospital reformados, equipados e a construção do Hospital da Mulher em Mossoró, estradas, citando o exemplo do trecho que liga Cerro Corá e Lagoa Nova, da profissionalização das queijeiras, reforma do Forte dos Reis Magos, Museu Câmara Cascudo, conclusão da reta tabajara, dos Ierns, entre outros benefícios citados pela Governadora.

“O governo da professora Fátima está no caminho certo, tanto é que está credenciado a renovar o empréstimo no valor de R$ 900 milhões, que serão aplicados em estradas, no turismo e na agricultura familiar. Uma mensagem carregada de sensatez, equilíbrio que o RN vive com o Governo Federal. Dizer aos críticos que respeitamos, mas é preciso ver os avanços que foram demonstrados”, destacou.

Já o deputado Luiz Eduardo (SDD) desejou boa sorte à governadora Fátima para mais um ano de mandato. “Desejar que tudo que foi falado ontem aqui na Leitura Anual pela governadora Fátima seja concluído e entregue a população do RN”, destacou.

“Senti falta de projetos estruturantes, importantes para o litoral Norte, Mato Grande, que é um dos destinos turísticos mais importantes desse Estado. Não temos nenhum IERN, IF, recuperação de escolas, nenhum investimento em Touros, São Miguel do Gostoso, Maxaranguape, Rio do Fogo, Caiçara, São Bento. É preciso que a governadora atente para as necessidades dessa região”, cobrou.

Luiz Eduardo disse ainda que faltou a ela (Fátima) destacar pontos importantes para o desenvolvimento do Estado. “Faltou dizer como serão pagos os consignados que continuam sendo recolhidos pelo Governo e não estão sendo repassados para os bancos. Não ouvi aqui falar sobre o pagamento das terceirizadas em atraso, das cooperativas médicas, fornecedores que estão há meses sem receber. Cadê o planejamento? Espero que esses investimentos em estradas e no turismo realmente aconteçam”, frisou.

Por fim, a deputada Isolda Dantas (PT) encerrou o horário destinado as lideranças partidárias destacando a potente agenda que aconteceu em Apodi na semana passada e que contou com o embaixador da China, ministro do desenvolvimento agrário, Paulo Teixeira, governadora Fátima, representação de todos os estados do Nordeste, secretários, além de uma delegação chinesa com mais de 30 pessoas, formada por professores da Universidade da China, empresários e autoridades.

De acordo com Isolda, a reunião teve como objetivo resolver um “problema grave e secular” que é a mecanização da agricultura familiar. “O Nordeste é responsável por produzir 50% dos alimentos que se consome no Brasil e apenas 3% desse setor tem acesso a mecanização. O homem e a mulher do campo desprendem um esforço gigante para produzir alimentos. A reunião foi um passo histórico”, celebrou ela, acrescentando. “Um ponto de partida que vai revolucionar a história do Rio Grande do Norte e a agricultura familiar do Brasil”.

A parlamentar comemorou ainda a previsão de instalação do centro de testagem das máquinas em Apodi e o anúncio da parceria com o governo chinês. “Além disso, celebramos a instalação do Centro Internacional de Inovação Tecnológica para mecanização da Agricultura Familiar na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). Uma agenda promissora que representa muito para o homem e a mulher do campo”, finalizou.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário