17 JUN 2024 | ATUALIZADO 12:28
ECONOMIA
Da redação / Com informações da Exame
22/12/2015 09:35
Atualizado
13/12/2018 02:01

Petrobras prepara plano de demissão voluntária para 2016

A+   A-  
As mudanças fazem parte da reestruturação interna que está sendo conduzida pela diretoria e periodicamente apresentada ao conselho de administração.
Imagem 1 -  Petrobras prepara plano de demissão voluntária para 2016
Internet

O ano de 2016, ao menos para a Petrobras, também deverá ser de crise econômica, e uma das saídas é o enxugamento dos quadros de funcionários. A diretoria da empresa prepara um plano de demissão voluntária visando os empregados concursados.

Em 2013, a Petrobras abriu uma oportunidade para 610 funcionários que chegaram a se inscrever no PIDV (Plano de Incentivo ao Desligamento Voluntário), porém, desistiram. Esse grupo de empregados é o foco principal dessa nova campanha.

Oficialmente, a Petrobras nega que esteja previsto um segundo PIDV para o ano que vem. Mas, segundo informações de um executivo da empresa, como não há como reduzir mais o quadro de terceirizados, no ano que vem, a direção da empresa vai trabalhar para diminuir o número de concursados.

As mudanças vão ser um desdobramento da reestruturação interna que está sendo conduzida pela diretoria e periodicamente apresentada ao conselho de administração.

Apenas quem já havia se inscrito podia se candidatar. Os demais vão ter que esperar pelo lançamento do segundo plano de desligamento. Segundo a Petrobras, 7.634 empregados aderiram ao programa, dos quais 5.674 já deixaram a empresa e 1.350 vão sair até junho de 2017.

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário