25 JAN 2022 | ATUALIZADO 17:44
POLÍCIA
Josemário Alves e Cézar Alves
04/03/2015 04:06
Atualizado
13/12/2018 06:12

Pecuarista é assassinado com 20 tiros em Mossoró

A+   A-  
A polícia ainda não soube informar quais os motivos para o crime. A vítima morreu quando chegava em casa com o leite que havia tirado do rebanho durante a madrugada.
Imagem 1 -  Pecuarista é assassinado com 20 tiros em Mossoró
Cezar Alves

Um homem foi executado com vários tiros nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (04) em Mossoró. A vítima foi surpreendida por elementos no momento em que chegava em casa no bairro Belo Horizonte, na zona sul da cidade.

Trata-se do pecuarista Antônio Alcimar das Neves, de 58 anos.

De acordo com a Polícia Militar, pelo dois criminosos foram os responsáveis pelo crime. Eles atiraram cerca de 20 vezes com uma pistola calibre 380 e fugiram de moto após cometerem o delito.

Antônio Alcimar tinha uma rotina diária. Saía de casa sempre de 2 horas da madrugada para ordenhar suas vacas, que ficam num curral perto do Rio Mossoró, no Alto da Conceição.

Deslocando-se numa carroça, Antônio nesta quarta-feira, tirou o leite das vacas e levou para vender em sua residência, na rua Major Romão, no bairro Alto da Conceição.

Quando estava chegando em casa, foi surpreendido pelos atiradores. Sofreu três tiros quando estava em cima da carroça. Ainda desceu e saiu correndo por 20 metros, tendo sido alcançado e morto.

Haviam marcas de tiros em pelo menos 3 casas e um carro que estava estacionado perto.

A princípio, a PM desconhece os motivos do crime.

Porém, segundo consta nos arquivos do site do Tribunal de Justiça do Estado, Antônio Alcimar havia sido preso por homicídio, no ano de 2005, onde teria matado o pedreiro Sebastião Paulo da Silva, de 47 anos, com um tiro de revólver no bairro Santo Antônio, zona norte de Mossoró.

Na época, Antônio Alcimar teria sido preso em flagrante.

O corpo de Antônio Alcimar foi removido para exames no Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP). O levantamento inicial da ocorrência foi feita pelos policiais civis da Delegacia de Plantão.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídio de Mossoró (DEHOM).

(Foto: Cezar Alves)

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário