23 FEV 2019 | ATUALIZADO 18:10
POLÍCIA

Estudante de 37 anos vai a julgamento por tentar matar o cunhado a tiros em Mossoró

Motivo do crime e que a ré Ana Patrícia havia tido uma discussão momento antes com a vítima Ednaldo Moreira; ela não conseguiu mata-lo porque a arma não disparou o segundo tiro
Da redação
14/05/2018 13:02
Atualizado
13/12/2018 17:11
A+   A-  
Estudante de 37 anos vai a julgamento por tentar matar o cunhado a tiros em Mossoró
Nesta terça-feira, 15, senta no banco dos réus a estudante Ana Patrícia de Sousa Gomes, de 37 anos, por tentar matar o cunhado, Ednaldo Moreira Firmino, às 11h do dia 13 de abril de 2006, no bairro Barrocas, zona norte da cidade de Mossoró-RN.

O crime

Consta na peça de acusação do Ministério Público Estadual que a ré Ana Patrícia teve uma discussão com a vítima Ednaldo Moreira Firmino e logo em seguida, já armada com um revolver calibre 38, tentou mata-lo a tiros. Não conseguiu consumar o crime porque a arma "bateu catolé".

Segundo relata o Ministério Público Estadual, Ana Patrícia apertou o gatilho e disparou o primeiro tiro. Quando puxou o gatilho de novo, a arma não disparou. Daí a vítima avançou, tomou a arma e retirou o restante das balas do tambor do revolver calibre 38.

Na denúncia, formulada pelo promotor de Justiça Italo Moreira Martins, a ré Ana Patrícia agiu premeditadamente, movida por motivo torpe. Neste quesito, confirmou a denúncia do Ministério Público Estadual a Justiça por tentativa de homicídio duplamente qualificada.

O julgamento popular deve começar de 8h30, sob a presidência do juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros. A ré aguarda julgamento em liberdade. Na acusação, vai atuar o promotor Armando Lúcio Ribeiro e na defesa o defensor público Diego de Melo Fonseca. A previsão de conclusão dos trabalhos é meio dia.



 

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário