26 JUN 2019 | ATUALIZADO 22:46
ECONOMIA

Exportação de melão cai 34% e RN termina 2018 com balança comercial menor

O todo, o estado exportou US$ 275,46 milhões de janeiro a dezembro, contra US$ 304,33 milhões no ano anterior - redução de 9,5%. As importações também tiveram queda, embora tenham sido menores. O estado comprou no exterior US$ 166,3 milhões, contra US$ 176,58 milhões no ano anterior
DA REDAÇÃO
09/01/2019 15:01
Atualizado
09/01/2019 15:01
A+   A-  
Exportação de melão cai 34% e RN termina 2018 com balança comercial menor
Principal produto exportado pelo estado, melão apresentou queda de 34% nas vendas para o mercado externo
Divulgação

A balança comercial do Rio Grande do Norte terminou 2018 com um saldo de US$ 109,16 milhões, considerando a diferença entre o que foi exportado e o que foi importado ao longo do ano. Apesar disso, houve queda de quase 10% no volume das exportações e de 5,8% nas importações, na comparação com o ano anterior. Principal produto exportado pelo estado, melão apresentou queda de 34% nas vendas para o mercado externo.

O todo, o estado exportou US$ 275,46 milhões de janeiro a dezembro, contra US$ 304,33 milhões no ano anterior - redução de 9,5%. As importações também tiveram queda, embora tenham sido menores. O estado comprou no exterior US$ 166,3 milhões, contra US$ 176,58 milhões no ano anterior.

O principal produto exportado pelo estado continuou sendo o melão, apesar de uma queda de 34%. Enquanto o estado vendeu US$ 108,15 milhões em 2017, o volume de vendas do ano passado ficou em US$ 90,9 milhões. Com isso, ele representa 26% do total de exportações. No ano anterior, era 36%.

Produtos básicos, aqueles que não passam por processamento industrial, como é o caso do melão, representaram, ao todo, 77% das vendas potiguar para o exterior.

Já o produto mais importado pelo estado, com 38% de participação no total do produtos adquiridos, o trigo registrou aumento no período. O estado comprou US$ 48,89 milhões em trigo em 2017. No ano passado, com aumento de 28,9%, o estado importou US$ 63,01 milhões.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário