17 JAN 2019 | ATUALIZADO 18:28
NACIONAL

Ataques atingem metrô e destroem ônibus de banda de forró no Ceará

O Governo do Estado do Ceará confirma que já ocorreram mais de 200 ataques em todo o Estado do Ceará nos últimos oito dias e que já foram presos 277 suspeitos.
CEZAR ALVES, DA REDAÇÃO
10/01/2019 13:59
Atualizado
10/01/2019 15:06
A+   A-  
Nova onda de ataques atinge metrô e destrói ônibus de banda de forró no Ceará
Governador Camilo Santana disse que 277 já foram presos pelos quase 200 ataques em todo o Estado do Ceará nos últimos 8 dias

O Governo do Estado do Ceará confirma que já ocorreram mais de 200 ataques em todo o Estado do Ceará nos últimos oito dias e que já foram presos 277 suspeitos.

As empresas de transportes coletivos da grande fortaleza informaram ao governo que o prejuízo com ônibus queimados já se aproxima de R$ 30 milhões.

Além de atacar prédios públicos, bancos e até unidades de saúde, os bandidos estão tentando explodir estruturas. Já tentaram viadutos, pontos e nesta quarta tentaram o metrô.

Nas investigações, os policiais descobriram um depósito com 7 mil litros de gasolina. Este depósito não tinha registro. Era clandestino. O proprietário foi preso.

Outra ocorrência que merece destaque foi o ataque ao ônibus da Banda Fubá de Milha, que estava numa oficina e os bandidos atearam fogo, queimando tudo que havia dentro.

Com relação ao ataque ao metrô, a empresa que administra a estrutura informou aos jornais da capital alencarina não comprometeu a estrutura, mas assustou os moradores próximos.

O governador Camilo Santana, na manhã desta quinta-feira, confirmou que já prepara uma novas transferências de presos que estariam ordenando ataques no estado.

Nesta terça-feira, 8, pelo menos 21 destes detentos perigosos haviam sido transferido para o Presídio Federal de Mossoró, de onde serão levados para outras unidades federais.

O governador Camilo Santana disse que mantém um diálogo constante com o ministro da Justiça Sérgio Moro sobre os ataques no Ceará. Moro autorizou transferência de 60 presos.

As informações são dos jornais Diário do Nordeste, o Povo e Tribuna do Ceará.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário