15 DEZ 2019 | ATUALIZADO 18:45
POLÍCIA

Baleado no Abolição IV morre no Hospital Regional Tarcísio Maia

Vítima Yure Glênio, de 19 anos, teria falado aos policiais no local que foi baleado, enquanto aguardava o SAMU, o nome do atirador e também onde morava, dados que foram repassados a Divisão de Homicídios investigar
30/11/2019 13:59
Atualizado
30/11/2019 14:06
A+   A-  
Imagem 1 -  Yure Glênio teria dito a Polícia Militar o nome da pessoa que atirou nele e falou também onde morava, dados que foram repassados a Divisão de Homicídios de Mossoró
Yure Glênio teria dito a Polícia Militar o nome da pessoa que atirou nele e falou também onde morava, dados que foram repassados a Divisão de Homicídios de Mossoró

O jovem Yure Glênio de Lima Almeida, de 19 anos, que foi baleado no final da tarde de sexta-feira (29) na região do Abolição IV, zona oeste de Mossoró, morreu neste sábado (30), no Hospital Regional Tarcísio Maia.

Veja mais

Jovem sofre tentativa de homicídio no Abolição IV

A vítima pedalava sua bicicleta pela rua quando teria sido abordado por um homem que estava num motocicleta já atirando. Yure foi alvejado no braço e no abdômen. A bala atravessou.

A Polícia Militar confirmou que após ter sido baleado, enquanto aguardava o socorro do Samu, Yure Glênio falou o nome da pessoa que teria atirado nele e onde morava no Santa Delmira.

O nome não foi liberado a imprensa. Será repassado somente aos policiais da Divisão de Homicídios de Mossoró, a quem compete investigar crimes desta natureza.

O corpo de Yure Glênio passou por exames na sede do Instituto Técnico-científico de Perícia, para exames, em seguida deve ser entregue para procedimentos de velório e sepultamento por parte de familiares.

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário