08 ABR 2020 | ATUALIZADO 10:43
ESTADO
19/02/2020 09:50
Atualizado
19/02/2020 09:56

Servidor do RN pode calcular tempo restante para aposentadoria

A+   A-  
O governo liberou uma nova funcionalidade na ferramenta “Previdência Sustentável”, criada para que o servidor do estado possa calcular o real impacto da proposta de reforma previdenciária no contracheque. Agora, também é possível calcular quanto tempo falta para o servidor público ter direito à aposentadoria dentro das novas regras propostas pelo Governo do Estado.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A calculadora que faz simulações sobre o real impacto da proposta de reforma da previdência nos salários dos servidores públicos estaduais ganhou mais uma utilidade.

Agora também é possível calcular quanto tempo falta para o servidor público ter direito à aposentadoria dentro das novas regras propostas pelo Governo do Estado. Essa funcionalidade já está disponível no Site Previdência Sustentável.

A ferramenta está no ar desde o início do mês e parte de uma decisão do Governo de dar transparência e informação no processo de reformulação previdenciária do funcionalismo público do Rio Grande do Norte.

A calculadora é direcionada para servidores estaduais ativos, aposentados e pensionistas avaliarem o real impacto da proposta de reforma previdenciária no contracheque.

Veja mais:

Calculadora simula impacto real para o servidor do RN após reforma da previdência


A ferramenta simula com exatidão o valor que será descontado do pagamento mensal e também a alíquota real aplicada em casos de faixas salariais em que incidem várias alíquotas.

Agora, passa também a indicar o período de contribuição necessário para que o servidor possa requerer a aposentadoria levando em consideração, inclusive, todas as regras de transição propostas na minuta de reforma, enviada para apreciação dos parlamentares na Assembleia Legislativa do RN.

A calculadora facilita o entendimento, principalmente nos casos de faixas salariais em que incidem mais de uma alíquota, apontando o percentual efetivo de desconto.


Notas

Brinds

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário