30 OUT 2020 | ATUALIZADO 08:15
POLÍTICA
26/09/2020 22:54
Atualizado
26/09/2020 23:01

Venâncio consegue formular pedido de registro de candidatura em Antônio Martins

A+   A-  
Advogado João Venâncio havia sido raptado quarta-feira, 23, quando se deslocava a Pau dos Ferros, onde iria providenciar documentos contábeis, para dá entrada no seu pedido de registro de candidatura de prefeito no Cartório eleitoral de Martins; Terminou sendo liberado do cárcere na noite de sexta-feira, dia 25.
Imagem 1 -  Advogado João Venâncio havia sido raptado quarta-feira, 23, quando se deslocava a Pau dos Ferros, onde iria providenciar documentos contábeis, para dá entrada no seu pedido de registro de candidatura de prefeito no Cartório eleitoral de Martins; Terminou sendo liberado do cárcere na noite de sexta-feira, dia 25.
Advogado João Venâncio havia sido raptado quarta-feira, 23, quando se deslocava a Pau dos Ferros, onde iria providenciar documentos contábeis, para dá entrada no seu pedido de registro de candidatura de prefeito no Cartório eleitoral de Martins; Terminou sendo liberado do cárcere na noite de sexta-feira, dia 25.

O advogado João Venâncio Ferreira, do Partido dos Trabalhadores, conseguiu dá entrada no pedido de registro de candidatura de prefeito no município de Antônio Martins-RN.

Venâncio havia sido raptado quarta-feira, dia 23, quando se deslocava de sua cidade a Pau dos Ferros, para providenciar os documentos necessários para solicitar o registro de candidatura.

Veja mais

Família busca João Venâncio, pré-candidato a prefeito de Antônio Martins

Na noite de sexta-feira, 25, João Venâncio foi deixado, depois de 2 dias em cativeiro, na serra de acesso a cidade de Pereiros, no Estado do Ceará, divisão com o Rio Grande do Norte. 

Veja mais

Candidato a prefeito do PT no RN diz que foi raptado para não registrar candidatura

A primeira teoria é de que ele teria sido raptado para não conseguir fazer o pedido de registro de candidatura de prefeito para concorrer no município de Antônio Martins. 

Entretanto, o pedido foi formulado no Cartório Eleitoral de Martins, que abrange a cidade de Antônio Martins, neste sábado, dia 26. Ele aguarda deferimento.

O caso de rapto seguido de cárcere privado já está sendo investigado pelo delegado Aroldo Sales, da Delegacia de Alexandria. Ele pede ajuda a população para chegar aos criminosos.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário