13 ABR 2021 | ATUALIZADO 18:12
ESTADO
ANNA PAULA BRITO
06/04/2021 11:10
Atualizado
06/04/2021 15:19

19 policiais militares do RN morreram por complicações da Covid-19 em 2021

A+   A-  
Os dados são do Portal da Polícia Militar do Estado. Deste total, 12 estavam atualmente na reserva remunerada da corporação. Desde o início da pandemia, em 2020, 16 profissionais da ativa perderam a vida em virtude da doença. No dia 30 de março, o Ministério da Saúde determinou a inclusão das forças de segurança entre os grupos prioritários da vacinação. A categoria, bem como bombeiros e policiais civis, aguardam o início da vacinação no estado, prevista para esta quinta-feira (8), segundo informou a Sesap.
Imagem 1 -  19 policiais militares do RN morreram por complicações da Covid-19 em 2021. Os dados são do Portal da Polícia Militar do Estado. Deste total, 12 estavam atualmente na reserva remunerada da corporação. Desde o início da pandemia, em 2020, 16 profissionais da ativa perderam a vida em virtude da doença. No dia 30 de março, o Ministério da Saúde determinou a inclusão das forças de segurança entre os grupos prioritários da vacinação. A categoria, bem como bombeiros e policiais civis, aguardam o início da vacinação no estado, prevista para esta quinta-feira (8), segundo informou a Sesap.
19 policiais militares do RN morreram por complicações da Covid-19 em 2021. Os dados são do Portal da Polícia Militar do Estado. Deste total, 12 estavam atualmente na reserva remunerada da corporação. Desde o início da pandemia, em 2020, 16 profissionais da ativa perderam a vida em virtude da doença. No dia 30 de março, o Ministério da Saúde determinou a inclusão das forças de segurança entre os grupos prioritários da vacinação. A categoria, bem como bombeiros e policiais civis, aguardam o início da vacinação no estado, prevista para esta quinta-feira (8), segundo informou a Sesap.
FOTO: REPRODUÇÃO

Somente no ano de 2021, a polícia militar do Rio Grande do Norte já registrou a morte de 19 policiais vítimas da Covid-19. Deste total, 12 estavam atualmente na reserva remunerada da corporação.

Desde o início da pandemia, 47 agentes integrantes das forças de segurança pública estadual morreram em virtude da Covid-19, sendo 16 da ativa e 31 aposentados ou da reserva.

Trata-se de um grupo de profissionais cuja atuação presencial é imprescindível para o combate ao coronavírus, sobretudo em ações de fiscalização das medidas restritivas.

No dia 30 de março, o Ministério da Saúde acatou a resolução proposta pela Comissão Intergestores Tripartite (CIT), composta recentemente pelo órgão federal, em conjunto com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, para gerir a crise sanitária causada pelo coronavírus, e incluiu os profissionais de segurança pública no grupo prioritário da primeira fase de vacinação contra Covid-19.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do RN (Sesap), a vacinação dos agentes de Segurança, que inclui policiais militares, civis e bombeiros, está prevista para começar nesta quinta-feira (08).

A imunização será realizada nos municípios de Caicó, Nova Cruz, Mossoró, Pau dos Ferros e Natal. O processo será realizado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesed) junto com os municípios e Regionais de Saúde.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário