13 ABR 2021 | ATUALIZADO 18:12
ESTADO
06/04/2021 11:54
Atualizado
06/04/2021 12:14

Renovação de contrato com o Banco Mundial vai garantir conclusão do Hospital da Mulher, em Mossoró

A+   A-  
A governadora Fátima Bezerra e o secretário de Gestão de Metas e Projetos/coordenador do Projeto Governo Cidadão, Fernando Mineiro, anunciaram hoje (6) a renovação do contrato, que seria encerrado em 31 de março. Os detalhes da renovação serão apresentados em coletiva de imprensa, prevista para acontecer ainda hoje.
Imagem 1 -
FOTO: MARCELO BENTO

A governadora Fátima Bezerra e o secretário de Gestão de Metas e Projetos/coordenador do Projeto Governo Cidadão, Fernando Mineiro, anunciaram nesta terça-feira (06) a renovação do Contrato do Banco Mundial com o Governo do Rio Grande do Norte que viabiliza o Projeto de Desenvolvimento Sustentável do RN – Governo Cidadão.

O Governo Cidadão seria finalizado na quarta-feira, 31 de março, mas teve seu prazo de vigência prorrogado até 31 de dezembro de 2022. O Estado tem agora garantia para a execução de obras importantes como a construção do Hospital da Mulher, em Mossoró.

Veja mais:

Mossoró: Obra do Hospital da Mulher será retomada pelo Governo do Estado


Os detalhes da renovação serão apresentados em coletiva de imprensa, em ambiente virtual, prevista para acontecer ainda hoje.

A estimativa é que até 2022 o montante de US$ 360 milhões tenham sido aplicados no desenvolvimento sustentável do RN, desde a assinatura do acordo de empréstimo com o Banco Mundial, em 2014.


HOSPITAL DA MULHER

A ordem de serviço da unidade de saúde foi assinada em 29 de dezembro de 2017, mas no decorrer da obra foram verificados problemas técnicos nos projetos de engenharia que vêm sendo corrigidos pela atual gestão.

O equipamento terá 118 leitos e será referência no atendimento às mulheres de 62 municípios dos territórios de Assu-Mossoró, Sertão do Apodi e Alto Oeste. A estimativa é de 20 mil atendimentos por ano.

O complexo inclui assistência ambulatorial, pronto-socorro, leitos de UTI, centro obstétrico com salas de parto humanizado, banco de leite humano e serviços de suporte para mulheres vítimas de violência. O local funcionará ainda como hospital de estágio, em parceria com universidades.

Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário