08 MAI 2021 | ATUALIZADO 18:16
ESTADO
09/04/2021 16:40
Atualizado
09/04/2021 16:43

Tibau apresenta números e pede maior quantidade de vacinas contra Covid-19

A+   A-  
Todavia, a secretária comprovou por meio de levantamento e cadastro realizado pelos Agentes de Saúde, que a quantidade de idosos, por exemplo, no município de Tibau, atualmente é bem maior do que a estimada pelo IBGE, e, com isso, necessitando de um número maior de vacinas para imunizá-los.
Imagem 1 -

A Secretária Municipal de Saúde de Tibau, Márcia Cristina Alves, participou na última quarta-feira,7, em Natal, de reunião com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS), que solicitou reunião com o Secretário Estadual de Saúde e equipe, com a participação da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Fermurn).

Na ocasião foram discutidos pontos que estão promovendo ruídos nos municípios no que se refere aos critérios de distribuição de vacinas contra a Covid-19, mesmo diante as notas técnicas, não se entende porque alguns municípios adiantaram as faixas etárias, como também elegendo grupos prioritários em detrimento a outros que estavam na faixa, sobre a forma de divulgação na mídia.

De acordo com Márcia Cristina, a informação é de que os municípios estão recebendo o número de vacina proporcional a população estimada no último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Todavia, a secretária comprovou por meio de levantamento e cadastro realizado pelos Agentes de Saúde, que a quantidade de idosos, por exemplo, no município de Tibau, atualmente é bem maior do que a estimada pelo IBGE, e, com isso, necessitando de um número maior de vacinas para imunizá-los.

“Entregamos esse levantamento e estamos confiantes de que o número necessário de vacinas será encaminhado para que possamos imunizar o número verdadeiro de pessoas, de cada grupo”, disse Márcia Cristina.

Na ocasião, a secretária também entregou o pleito dos taxistas do município de Tibau para que entrem como grupo prioritário e tomem logo a vacina.

“Infelizmente não foi sinalizado para abrir como grupo prioritário, principalmente por não constar no Plano Nacional de Vacinação. Essa foi a explicação que nos deram e que a gente repassa para os taxistas e população em geral de Tibau”, finalizou a secretária de saúde.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário