05 AGO 2021 | ATUALIZADO 06:39
ESTADO
16/07/2021 14:35
Atualizado
16/07/2021 15:09

Professores decidem que não retornarão as aulas presencias dia 19

A+   A-  
A assembleia foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte) e contou com a presença de cerca de 500 pessoas. A categoria exige que, para a retomada das aulas de forma presencial, todos os professores da rede estadual de ensino estejam completamente imunizados com as duas doses contra a Covid-19.
Imagem 1 -

Os professores da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte se posicionaram contra o retorno das atividades presenciais em salas de aula. A decisão da categoria foi anunciada durante assembleia geral realizada em formato virtual, nesta sexta-feira (16).

A assembleia foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte) e contou com a presença de cerca de 500 pessoas.

A decisão contra a retomada das aulas, foi aprovado por 91% dos presentes. O Sinte vai promover a publicação do posicionamento da categorias nas mídias sociais, imprensa e outdoors.

A categoria exige que, para a retomada das aulas de forma presencial, todos os professores da rede estadual de ensino estejam completamente imunizados com as duas doses contra a Covid-19.

O secretário de Educação do Rio Grande do Norte, Getúlio Marques, fez um apelo durante uma entrevista a uma emissora de TV nesta sexta-feira (16), para que os professores da rede pública de ensino do Estado voltem às atividades presenciais no dia 26 de julho, data definida para o retorno das aulas.

 “Diversas categorias do setor público trabalharam sem vacina, é a hora de fazer a nossa parte. Quando falo do setor público, falo dos policiais militares, dos motoristas de ônibus, profissionais de imprensa, profissionais da saúde, entre outros. Faço um apelo para que todos possam voltar para as atividades”, disse o secretário.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário